Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4550
Título: Os efeitos do desemprego sobre o direito do trabalho
Autor(es): SANTOS, Ramon Bezerra dos
Palavras-chave: Crise; Desemprego; Direito do Trabalho.
Data do documento: 2006
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Bezerra dos Santos, Ramon; Melo Correia de Araújo, Eneida. Os efeitos do desemprego sobre o direito do trabalho. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Direito, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Resumo: Esta dissertação faz uma análise do quadro de desemprego verificado nos últimos vinte anos do século XX e nos primeiros anos deste século XXI no Brasil e no mundo e dos efeitos deste desemprego sobre o Direito do Trabalho em nosso país. Inicialmente, são apresentadas as conseqüências dos avanços tecnológicos e da mobilidade dos empreendimentos econômicos sobre as taxas de desemprego e sua contribuição para a crise na qual o Direito do Trabalho ingressou nos anos 1980. Em seguida, faz-se uma análise do aumento das taxas de desemprego e do aprofundamento daquela crise, com a apresentação de diversos dados sobre emprego e desemprego relativos a vários países. Mais adiante, aprofunda-se a discussão sobre vários aspectos do desemprego relacionados diretamente ao modo de ver e viver o Direito do Trabalho. Finalmente, faz-se uma reflexão sobre qual deve ser a colaboração do Direito do Trabalho na busca de soluções para o problema do desemprego e, a partir dela, discute-se se há, ou não, correlação entre o nível de proteção social da legislação trabalhista e a disponibilidade de postos de trabalho
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4550
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Direito

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo5934_1.pdf797,36 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.