Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/21949
Título: Criminalização da alienação parental: uma análise legislativa
Autor(es): BRITO, Maria Eduarda Ferro
Palavras-chave: Alienação parental; Campanha de descrédito; Melhor interesse da criança e do adolescente; Criminalização; Método alternativo de solução de controvérsia; Mediação
Data do documento: 28-Set-2017
Resumo: O propósito do presente trabalho de conclusão de curso é trazer à tona um problema que assola parte dos conflitos familiares no contexto de desfazimento do grupo familiar. Pretende, ainda, analisar as possíveis formas de lidar com o fenômeno. Buscou-se tratar do contexto histórico e social em que a prática começou a ser observada, além das consequências que podem ser geradas pela prática deste tipo de abuso contra menores. Em uma perspectiva legislativa, observou-se a regulamentação sobre alienação parental trazida pela lei nº 12.318/2010, além de tentativas legislativas de lidar com o fenômeno, como a possibilidade de criminalizar a conduta, que já constava no texto final do projeto da Lei de Alienação Parental (PL nº. 4.053/2008) e, atualmente, com o PL nº. 4.488/2016, que está em trâmite na Câmara dos Deputados. Por outro lado, debruça-se sobre outra perspectiva que seria a utilização de métodos alternativos de resolução de conflitos, como a mediação, hipótese que foi prevista no texto final do PL nº. 4.053/2008, mas que foi vetado pelo Poder Executivo.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/21949
Aparece na(s) coleção(ções):TCC - Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MONOGRAFIA 2017.1 - MARIA EDUARDA FERRO BRITO.pdfTrabalho De Conclusão de Curso apresentado como requisito para obtenção do título de Bacharelado em Direito pelo CCJ/UFPE.522,88 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons