Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9722
Title: Racionalidade capitalista e novas tecnologias na educação brasileira
Authors: da Salete Barboza de Farias, Maria
Keywords: Racionalidade capitalista; Novas tecnologias; Políticas educacionais; Prática educativa
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: da Salete Barboza de Farias, Maria; Weber, Silke. Racionalidade capitalista e novas tecnologias na educação brasileira. 2006. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: Este estudo tem por objetivo apreender a (s) racionalidade (s) das novas tecnologias na educação brasileira. Apoiamo-nos na teoria social crítica a partir da argumentação desenvolvida por Jürgen Habermas sobre os processos de modernidade, em que ele indica que as relações sociais e de produção são mediatizadas por racionalidades, sendo instrumental a racionalidade típica da sociedade moderna, mas admitindo como possível a construção de uma outra racionalidade sustentada pela razão comunicativa. Referenciadas pela sua Teoria da Ação Comunicativa supomos que a apropriação de novas tecnologias no mundo escolar, cuja institucionalização decorre do mundo do sistema, pode ser presidida também por essa racionalidade. Para tanto, tomamos como objeto de análise o Programa Nacional de Informática na Educação - Proinfo. Elegemos a Análise do Discurso como dispositivo metodológico, entendendo este Programa como prática discursiva. Documentos institucionais e entrevistas constituíram o corpus da pesquisa. O estudo evidenciou a expressão de dois tipos de racionalidade: instrumental, representada pelo discurso da modernidade, tendo como enunciados reitores atualização, eficácia, mercado de trabalho, rápido acesso à informação e aprendizagem veloz; e outra comunicativa, representada pelo discurso interativo e reflexivo tendo como enunciados reitores autonomia de aprendizagem, diálogo, criatividade, crítica e reconhecimento dos limites da inclusão/exclusão dos processos de modernidade, confirmando a inexistência de unidirecionalidade das políticas educacionais elaboradas no mundo do sistema
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9722
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Sociologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo9280_1.pdf1.69 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.