Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8593
Título: Leite materno e desenvolvimento motor de crianças pré-termo: um estudo de coorte
Autor(es): Rodrigues de Vasconcelos Câmara, Cinthia
Palavras-chave: Desenvolvimento motor; Desenvolvimento infantil; Baixo peso ao nascer; Pré-termo; Leite materno
Data do documento: 31-Jan-2009
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Rodrigues de Vasconcelos Câmara, Cinthia; Manhães de Castro, Raul. Leite materno e desenvolvimento motor de crianças pré-termo: um estudo de coorte. 2009. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Resumo: Apesar da evolução tecnológica ter proporcionado uma maior sobrevida aos lactentes de risco, as condições impostas aos mesmos aumentam o risco do aparecimento de alterações no desenvolvimento motor. O presente estudo trata-se de uma coorte observacional, realizado no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira, com 198 lactentes nascidos com idade gestacional (IG) a partir de 29 semanas e com peso ao nascer (PN) a partir de 1500 g. As crianças selecionadas realizaram avaliação do desenvolvimento motor (DM) a partir da utilização da Escala Bayley de Desenvolvimento Infantil, nos seis primeiros meses de vida. Empregou-se o teste t de Student, o teste qui-quadrado de associação de Pearson e modelos de regressão linear, com nível de significância 5%, para a análise de resultados. No artigo Interferência do leite materno no desenvolvimento motor de crianças pré-termo e baixo peso verificouse a associação entre o DM com a IG, PN e com o tempo e uso do leite materno. Mediante os resultados obtidos, conclui-se que a IG e o PN podem ser considerados como fatores preditivos para o DM, entretanto o tempo de uso de leite materno não exerce influência sobre este desenvolvimento. O segundo artigo sob o título Motor skills analysis of pre-term children in the first six months of life , objetivou caracterizar o DM de crianças a termo e pré-termo, nos primeiros seis meses de vida, identificando os déficits motores existentes neste período. Como resultado verificou-se que os bebês nascidos prematuramente têm o DM inferior aos nascidos a termo, nos seis primeiros meses de vida, atribuindo-se esta defasagem aos déficits no controle cervical e de tronco e no controle motor dos membros superiores. Em fim, os resultados deste trabalho reforçam a importância de estudos específicos para a população de bebês pré-termo, possibilitando a identificação de fatores protetores para a prevenção de atrasos no DM, bem como de programas de follow-up específicos, que visem amenizar as complicações futuras que poderiam ser instaladas no crescimento e desenvolvimento destes lactentes
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8593
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Nutrição

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo3888_1.pdf2,44 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.