Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8424
Title: Associação entre o percentual de fragmentos acometidos por neoplasia na biópsia e os achados histopatológicos na prostatectomia radical
Authors: Tenorio de Andrade, Rogerson
Keywords: Neoplasia prostática;Biópsia;Patologia
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Tenorio de Andrade, Rogerson; Teles de Pontes Filho, Nicodemos. Associação entre o percentual de fragmentos acometidos por neoplasia na biópsia e os achados histopatológicos na prostatectomia radical. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Patologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: Introdução: Na avaliação do câncer de próstata localizado, a gradação histológica de Gleason combinada à dosagem do PSA são os principais fatores prognósticos. Recentemente, autores têm sugerido que a aferição da quantidade de câncer na biopsia tem valor preditivo aos achados patológicos adversos na peça cirúrgica e ao risco de recorrência bioquímica. Objetivo: Avaliar a associação do percentual de fragmentos acometidos por câncer na biopsia prostática com a extensão tumoral na peça cirúrgica. Métodos: Estudo retrospectivo de 159 pacientes submetidos à prostatectomia radical. Coletado dados clínicos e patológicos. Análise estatística com os testes T de Student, qui-quadradro, e uma regressão logística múltipla avaliaram a associação do percentual de fragmentos acometidos com a extensão tumoral e o seu valor preditivo. Resultados: A avaliação histopatológica revelou 20,8% de pacientes com doença extraprostática, 8,2% com invasão das vesículas seminais e 35,8% com margens comprometidas. O percentual de fragmentos acometidos foi estratificado em três grupos: menor que 34%, 34 a 50%, e maior que 50%, e em cada grupo foi estudada a incidência de extensão extraprostática, invasão das vesículas seminais e comprometimento das margens cirúrgicas, sendo verificado que com o aumento do percentual de fragmentos acometidos ocorreu também um aumento nas alterações patológicas identificadas. Conclusões: Concluiu-se que o percentual de fragmentos acometidos na biópsia é um importante fator preditor do estágio patológico no espécime da prostatectomia radical, e deve ser utilizado na prática diária, em conjunto com os outros parâmetros já consagrados, para oferecer uma melhor condução prognóstica e terapêutica aos pacientes
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8424
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Patologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo2829_1.pdf2.2 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.