Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6830
Title: Proteômica de cana-de-açúcar em condição de estresse hídrico
Authors: RIBEIRO, Isadora Louise Alves da Costa
Keywords: 2D-PAGE;Espectrometria de massas;Melhoramento genético;Tolerância à seca
Issue Date: 31-Jan-2010
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Louise Alves da Costa Ribeiro, Isadora; Calsa Junior, Tercilio. Proteômica de cana-de-açúcar em condição de estresse hídrico. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Genética, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Abstract: O aumento da produção de cana-de-açúcar, decorrente da crescente demanda por etanol e biocombustíveis, implica na necessidade de obter variedades mais produtivas e adaptadas a fatores ambientais limitantes, como a seca. Assim, torna-se necessário o conhecimento dos genes e proteínas cuja expressão pode ser útil ao melhoramento genético. Este trabalho objetivou a identificação de peptídeos produzidos diferencialmente em resposta potencial ao estresse hídrico nos híbridos comerciais: RB867515 (tolerante à seca) e RB72454 (sensível à seca), através de análise proteômica. Proteínas totais de folha e entrenó imaturo das variedades sob irrigação ou seca foram separadas por 2D-PAGE e analisadas via espectrometria de massas. Foram identificadas várias proteínas associadas a mecanismos de resposta ao estresse hídrico, entre elas: proteínas associadas à regulação da transcrição (proteína de ligação ao RNA rica em glicina) e à tradução (fator de enlongação 1 alfa e proteína ribossômica 60S L30); componentes estruturais (histona H2A.2.2); proteínas relacionadas aos componentes do citoesqueleto (fator de despolimerização da actina 3); quinases (nucleosídeo-difosfato quinase I); enzimas envolvidas no metabolismo da glicose (gliceraldeído-3-fosfato desidrogenase, citossólica); várias proteínas do choque térmico (HSP70kDa, 17.5kDa classe II, 81-1 e 18.0kDa); e proteínas associadas à fotossíntese (complexo de evolução do oxigênio 1-1; subunidade N do centro de reação do FSI). Estas proteínas podem ser úteis como alvos potenciais para o melhoramento genético e desenvolvimento de marcadores funcionais para seleção de genótipos de cana-de-açúcar tolerantes à seca
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6830
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Genética

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo785_1.pdf5.14 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.