Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5936
Title: Ergonomia do ambiente construído aplicada às vias de circulação pública : requisitos para o sistema homem-atividades-vias de circulação
Authors: TAKAKI, Emika Apolônia de Campos
Keywords: Vias de Circulação Pública;Ergonomia do ambiente construído;Desenho urbano.
Issue Date: 2005
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Apolônia de Campos Takaki, Emika; Bezerra Martins, Laura. Ergonomia do ambiente construído aplicada às vias de circulação pública : requisitos para o sistema homem-atividades-vias de circulação. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Abstract: O presente trabalho teve como objetivo o desenvolvimento de requisitos para projeto de vias de circulação pública destinadas ao pedestre. Consistiu num estudo teórico analítico, no qual foram abordados os preceitos da ergonomia do ambiente construído, da teoria da complexidade e diretrizes para espaços urbanos segundo a literatura. O objeto de estudo compreende nas vias de circulação pública e estas foram estudadas como um sistema de circulação, pois conformam um todo com o sistema viário e são conexões da teia urbana configuradas por quantidades de elementos (físicos e dinâmicos) e interações. De acordo com a literatura, percebem-se novos paradigmas para projeto de espaços urbanos, estes promovem o fortalecimento destas conexões e das atividades humanas no ambiente de circulação, como também, a promoção de um espaço habitável, acessível e adequado aos pedestres. Com efeito, na maioria dos estudos sobre ergonomia do ambiente construído, observam-se, apenas, requisitos quanto a acessibilidade, conforto e percepção ambiental. Deste modo, no que se refere aos estudos urbanos, apresenta-se insuficiente, pois responde apenas questionamentos e problemas imediatos, mas não em longo prazo. Na proposta apresentada, observam-se requisitos para adequação do espaço urbano, como também, compreender as inter-relações e conexões entre as dimensões físico-espaciais, sócio-culturais, ambientais e econômicas do ambiente construído. Propõe-se uma mudança de paradigma em que a acessibilidade é um requisito básico e inicial na promoção de um espaço adequado. Portanto, a ergonomia do ambiente construído deve adotar uma visão ampla e sistêmica do espaço urbano, sendo necessário a criação de um novo olhar destituído de uma visão simplista e imediata
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/5936
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Engenharia de Produção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo7484_1.pdf1.28 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.