Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4441
Title: P&D no setor elétrico brasileiro: um estudo de caso na campanha hidro elétrica do São Francisco
Authors: ALMEIDA, José Álvaro Jardim de
Keywords: Projetos de P&D;Pesquisa e desenvolvimento;Setor elétrico brasileiro
Issue Date: 2007
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Álvaro Jardim de Almeida, José; de Sousa Ramos, Francisco. P&D no setor elétrico brasileiro: um estudo de caso na campanha hidro elétrica do São Francisco. 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Economia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Abstract: A presente pesquisa teve como objetivo analisar os projetos de P&D da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), como um estudo de caso do setor elétrico brasileiro. As variáveis escolhidas foram: tipo de pesquisa, recursos econômicos aplicados, composição e titulação da equipe de projetos, produção técnica e científica, orientações acadêmicas e produtos obtidos. Foram realizadas entrevistas com 41 gerentes de projetos de P&D na intenção de coletar informações quanto ao grau de aplicações dos produtos obtidos e forma de difusão dos conhecimentos gerados, dentre outras. Foram analisados 125 projetos de P&D dos ciclos 2000/2001 a 2004/2005 para a descrição do perfil do programa de P&D da empresa, enquanto que analisou-se os resultados obtidos pelos 52 primeiros projetos dos ciclos 2000/2001 e 2001/2002. Os resultados mostram que, em sua maioria, as pesquisas desenvolvidas são do tipo aplicada, estratégica, de curta duração e baixo custo. As universidades federais são responsáveis pela maior parte (68,8%) dos projetos desenvolvidos junto a empresa. Por outro lado, as equipes de projetos são formadas por uma média de 8,6 pessoas, com 33,1% de doutores e 20,4% dos mestres. Os 52 projetos concluídos renderam um total de 89 produtos, com 30,3% sendo softwares, 24,7% metodologias, 12,4% protótipos e 10,1% processos. Destes, 25,0% estão totalmente aplicados às rotinas da empresa, 27,1% estão parcialmente aplicados e apenas 6,3% são inaplicáveis. Os gerentes de projetos entrevistados classificaram como ótima (42,3%) ou boa (34,6%) as suas experiências de interação com as organizações de pesquisa
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4441
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6061_1.pdf1.08 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.