Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/426
Title: Determinantes de valor do ativo intangível nas empresas produtoras de tecnologia da informação e comunicação do Porto Digital
Authors: Celestino de Lima, Adilson
Keywords: Tecnologia da informação e comunicação;Capital intelectual;Capital intangível;Avaliação de empresas
Issue Date: 2003
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Celestino de Lima, Adilson; Ulises de Montreuil Carmona, Charles. Determinantes de valor do ativo intangível nas empresas produtoras de tecnologia da informação e comunicação do Porto Digital. 2003. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.
Abstract: O processo de avaliação de empresas tem avançado no sentido de incorporar novas metodologias e/ou adaptar as metodologias já existentes, comprovadamente eficientes, para os novos paradigmas da avaliação. Esses novos paradigmas envolvem a avaliação do capital intelectual ou, de uma forma mais ampla e abrangente, o capital intangível. Sendo a área de avaliação considerada uma área eclética, incorpora outras disciplinas além das já conhecidas de finanças e requer uma maior interação com a dinâmica estratégica das organizações. Em se tratando de avaliação dos intangíveis, uma questão se coloca bastante relevante: o valor do capital intelectual. Empresas de tecnologia da informação e comunicação (TIC) são empresas diferenciadas e que precisam de um adequado tratamento quando do processo de determinação do seu valor de mercado. As metodologias tradicionais apenas demonstram o valor da a empresa, no entanto, por ser esse tipo de empresa preponderantemente de capital intangível, fica difícil identificar os geradores de valor das mesmas. Essa pesquisa teve como objetivo principal determinar os direcionadores de valor de empresas de tecnologia da informação e comunicação, usando como metodologia e estatística multivariada, particularmente a análise fatorial, para determinar os fatores geradores de valor e agrupar as variáveis da pesquisa em grupos coesos que representassem um determinado direcionador de valor. Em seguida, foi utilizado o modelo de equação estrutural para poder criar um modelo estrutural e formalizar as relações entre as variáveis e determinar os coeficientes da regressão, gerando variáveis não observadas até chegar a uma outra variável, essa de segundo grau, que foi determinada de capital intelectual ou capital intangível. Com base no modelo gerado, podemos afirmar que, numa empresa de predominância intangível, como no caso das empresas de tecnologia da informação e comunicação, o capital intangível é formado pelo Capital Humano, representando 36,42% do valor do intangível; a Gestão do Capital Humano, representando 30,47% do intangível; o Capital Estrutural, representando 26,23% do intangível e, finalmente, o Ambiente Organizacional, representando 6,88% do total do capital intangível
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/426
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1083_1.pdf1.37 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.