Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4172
Título: A explicitação consciente-verbal de conhecimentos sobre o gênero notícia e sua relação com o processo de produção de textos
Autor(es): Maria Morais Rosa, Ana
Palavras-chave: Explicitação; Redescrição representacional; Produção escrita; Gêneros discursivos; Notícia
Data do documento: 31-Jan-2011
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Maria Morais Rosa, Ana; Ferraz Leal, Telma. A explicitação consciente-verbal de conhecimentos sobre o gênero notícia e sua relação com o processo de produção de textos. 2011. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Resumo: Esse estudo objetivou investigar as possíveis relações entre a verbalização das dimensões sociodiscursivas, temáticas e composicionais do gênero notícia, por crianças do 5º Ano do Ensino Fundamental de 09 Anos, e a mobilização dos conhecimentos verbalizados no processo de construção desse gênero. Participaram desse estudo 20 crianças de uma escola pública estadual de Pernambuco, na faixa etária de 9 -10 anos. O estudo respaldou-se na teoria da auto-organização e mudança cognitiva proposta por Karmiloff-Smith, com foco no modelo de Redescrição Representacional e nos níveis de desenvolvimento para aquisição do conhecimento. A esse aporte teórico, somaram-se a teoria dos gêneros discursivos de Bakhtin, a abordagem da didatização dos gêneros proposta por Dolz e Schneuwly e as contribuições de Schneuwly sobre as operações de linguagem envolvidas no processo da produção escrita, entre outros autores. Esse estudo partiu da hipótese de que existe relação entre a capacidade de explicitar e mobilizar as características do gênero notícia. Visando a comprovação ou refutação da hipótese, foram aplicadas aos sujeitos, através do procedimento de Entrevista Clínica, cinco Tarefas de Explicitação e uma Tarefa de Produção de Texto, que objetivavam: (1) investigar se os textos produzidos pelas crianças se caracterizaram como exemplares do gênero notícia, considerando suas dimensões; (2) verificar quais dimensões do gênero os sujeitos conhecem e verbalizam e (3) Investigar se uma consciência explícita verbalizada sobre as dimensões do gênero favorece a produção de textos mais bem elaborados. As análises indicaram que existe uma relação forte entre explicitar e mobilizar as dimensões investigadas do gênero notícia e que as crianças que conseguiram estabelecer tal relação pelo critério da explicitação clara e mobilização plena, produziram textos mais próximos de exemplares do gênero. Entretanto, os achados indicaram também que explicitar/mobilizar apenas aspectos composicionais do gênero não dá conta da produção de textos bem elaborados. É necessário também que as crianças explicitem/mobilizem conhecimentos sobre aspectos linguísticos/estilísticos, para que seus textos atendam ao objetivo da escrita
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4172
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Educação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo7660_1.pdf11,23 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.