Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4058
Título: Entre o ensino da gramática e as práticas de análise linguística: o que pensam e fazem os professores do ensino fundamental
Autor(es): SOUZA, Sirlene Barbosa de
Palavras-chave: Língua Portuguesa; Ensino da análise linguística; Práticas docentes; Atividades de reflexão metalinguística
Data do documento: 31-Jan-2010
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Barbosa de Souza, Sirlene; Leal Reis de Melo, Kátia. Entre o ensino da gramática e as práticas de análise linguística: o que pensam e fazem os professores do ensino fundamental. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Resumo: A presente pesquisa pretendeu investigar as práticas de ensino da análise linguística desenvolvidas por duas professoras que lecionavam em turmas do 2º Ano do 2º Ciclo, nas redes municipais de ensino das cidades de Recife e de Olinda. Buscamos compreender como as docentes construíam e desenvolviam as atividades relativas ao ensino dos conhecimentos linguísticos bem como, investigamos quais concepções norteavam suas práticas, quais objetivos possuíam, além de analisarmos os conteúdos e materiais didáticos por elas utilizados no desenvolvimento de suas aulas. Como procedimentos metodológicos, realizamos em média três observações semanais das práticas de ensino de cada uma das mestras, no período compreendido entre os meses de agosto a novembro de 2009, fizemos entrevistas com as mesmas e analisamos a natureza das atividades realizadas em sala. A análise da dinâmica de sala de aula das professoras revelou que suas práticas relacionavam-se a diferentes modelos teórico-metodológicos e envolviam tanto o ensino da gramática nos moldes mais tradicionais como também uma perspectiva mais reflexiva dos conhecimentos linguísticos. Apenas a docente de Olinda afirmou usar um livro didático no desenvolvimento de suas aulas, mas ambas indicaram utilizar os manuais como materiais de apoio à organização e elaboração de atividades que tratavam do eixo da análise e reflexão sobre a língua. As docentes ainda indicaram certa dificuldade para escolher os conteúdos linguísticos a serem trabalhados e mais uma vez os manuais didáticos serviam de parâmetro para a organização de suas práticas pedagógicas e como referência para seleção dos conteúdos programáticos a serem vivenciados em sala. Nesse sentido, percebeu-se a necessidade de um conhecimento mais aprofundado sobre a proposta de ensino da análise linguística por parte das professoras, sobretudo, no que diz respeito aos objetivos, conteúdos, procedimentos metodológicos e materiais didáticos mais adequados à sua abordagem. Por fim, percebeu-se, também, a necessidade de uma formação inicial e continuada que permita aos docentes a apreensão e o aprofundamento dos conhecimentos teórico-metodológicos acerca do trabalho com esse eixo didático
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4058
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo236_1.pdf2,22 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.