Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3884
Título: Concepções de estudantes do campo sobre recursos para aprender matemática
Autor(es): MACÊDO, Michela Caroline
Palavras-chave: Recursos; Ensino e Aprendizagem de Matemática; Concepções das Crianças; Escolas do Campo
Data do documento: 31-Jan-2010
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Caroline Macêdo, Michela; Eduardo Ferreira Monteiro, Carlos. Concepções de estudantes do campo sobre recursos para aprender matemática. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática e Tecnológica, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Resumo: Atualmente as escolas do campo ainda enfrentam diversos problemas, conseqüências de anos de abandono e negligências em que esteve imersa a educação da população rural no Brasil. Entre outras questões, os índices de proficiência em Matemática de estudantes do campo indicam uma aprendizagem defasada em relação a essa disciplina. Compreender a efetividade dos recursos humanos, material e cultural envolvidos no ensino dessa área do conhecimento permite a produção de elementos para discussão sobre o ensino de Matemática. Para isso, os estudantes do campo, atores sociais diretamente envolvidos nesse processo muito têm a contribuir, pois suas concepções representam um conjunto de ideias e conceitos formulados a partir de experiências particulares e de representações mentais guardadas na memória, fruto de experiências sociais vivenciadas no contexto escolar. Desse modo, esta pesquisa, de cunho exploratório, buscou discutir elementos sobre o ensino de Matemática a partir da concepção dos estudantes do campo sobre recursos para aprender Matemática. Teve-se ainda como outros objetivos identificar as concepções dos estudantes do campo sobre a Matemática; analisar quais os recursos destacados em situações de ensino de Matemática; reconhecer os recursos que surgem nos discursos dos estudantes quando falam de situações de aprendizagem dessa disciplina; e destacar suas concepções sobre o recurso material e humano em situações de ensino e aprendizagem de Matemática. Considerando que os entrevistados eram crianças, para atender aos objetivos da pesquisa incluímos no método a realização de uma entrevista individual semi-estruturada em que algumas solicitações foram feitas ao estudante entrevistado. Foram entrevistadas 23 crianças na faixa etária entre oito e doze anos, de duas escolas do campo do Município do Agreste. Essas escolas apresentavam características que a tornavam bastante diferentes. Na escola nucleada estudavam 32 estudantes e nela funcionam duas salas de aula com sistema de ensino em salas multisseriada. Na escola independente estudavam mais de 500 estudantes num sistema de ensino seriado. Durante a entrevista, o estudante foi convidado a fechar os olhos, lembrar uma aula de Matemática em que aprendeu o que estava sendo ensinado e realizar um desenho para ser explicado. Em seguida, foi convidado a imaginar-se professor e explicar como iria ensinar Matemática e por fim teve que opinar sobre recursos apresentados numa escola do campo em terceira dimensão, previamente construída num software próprio para criar ambientes nesse formato e apresentada num computador portátil. Com a análise dos dados, identificamos que nas duas escolas, os estudantes apresentaram uma atitude positiva sobre a Matemática, mas com uma concepção que associava essa disciplina á resolução de contas . Observamos que a maioria dos estudantes de ambas as escolas, se colocaram como o recurso mais importante para a aprendizagem dessa disciplina e que as aulas imaginárias deles indicava um ensino com ênfase nas resoluções mecânicas de contas no quadro de giz e com tarefas de memorização. Avaliamos que as falas desses estudantes contribuíam com aspectos importantes sobre a Matemática, pois destacaram aspectos sobre recursos importantes para a aprendizagem
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3884
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação Matemática e Tecnológicas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo53_1.pdf5,1 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.