Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3734
Título: Avaliação da aprendizagem na educação a distância online: um estudo sobre as concepções docentes
Autor(es): OLIVEIRA, Valéria do Carmo
Palavras-chave: Concepções docentes;Educação a Distância;Avaliação da Aprendizagem
Data do documento: 24-Fev-2011
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: do Carmo Oliveira, Valéria; Maria Leite Cruz, Fátima. Avaliação da aprendizagem na educação a distância online: um estudo sobre as concepções docentes. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática e Tecnológica, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Resumo: O estudo analisou as concepções docentes sobre avaliação da aprendizagem na Educação a Distância Online, com o intuito de conhecer os modelos de avaliação da aprendizagem presentes na EAD online, identificar os pressupostos teóricos e metodológicos da avaliação que orientam o fazer docente na EaD online. Tivemos Como referência, no campo teórico da avaliação da aprendizagem, os estudos de Perrenoud (1999), Mendez (2002), Silva (2004), Esteban (2008), e como aporte teórico no campo da Educação a Distância e Tecnologias Moran (2003), Kenski (2006), Silva e Santos (2006), entre outros autores. Os dados foram construídos em três etapas distintas e complementares, inseridas em uma abordagem qualitativa de pesquisa, na qual foram utilizados: um questionário eletrônico relativo aos dados cadastrais dos participantes, grupos focais online e entrevistas semi-estruturadas. A análise dos dados orientou-se pelos pressupostos da análise de conteúdo, tal como propõe Bardin (1977). Os resultados evidenciaram que embora os docentes tenha incorporado ao seu repertório as expressões e termos ligados a uma avaliação formativa, as suas concepções sobre avaliação da aprendizagem na EaD ainda são pautadas numa educação conservadora, na qual a avaliação ainda é vista como instrumento de controle e de poder, a despeito de todo avanço teórico no campo da avaliação da aprendizagem, e do debate sobre as potencialidades oferecidas pela modalidade a distância. Ficou evidente que os docentes vivenciam um conflito conceitual quanto às mudanças nas suas concepções de avaliação da aprendizagem, pois ao mesmo tempo em que reconhecem a função formativa da avaliação, sobrevalorizam os elementos quantitativos e atribuem ao sistema a culpa por não poderem realizar uma avaliação qualitativa; o peso da prova presencial, e a configuração hierárquica das atuações docentes na EaD são citados pelos participantes como impasses que interferem significativamente no processo avaliativo
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3734
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação Matemática e Tecnológicas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo2880_1.pdf1,34 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.