Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3687
Título: A interpretação de gráficos em um ambiente computacional por alunos de uma escola rural do município de Caruaru-PE
Autor(es): ALVES, Iane Maria Pereira
Palavras-chave: Educação Rural; Uso de softwares; Educação Estatística; Interpretação de Gráficos; TinkerPlots
Data do documento: 21-Fev-2011
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Maria Pereira Alves, Iane; Eduardo Ferreira Monteiro, Carlos. A interpretação de gráficos em um ambiente computacional por alunos de uma escola rural do município de Caruaru-PE. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática e Tecnológica, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Resumo: Este estudo teve como objetivo investigar o processo de interpretação de gráficos a partir da utilização do software TinkerPlots entre estudantes do quinto ano do Ensino Fundamental de uma escola rural. Nesse sentido, a pesquisa entrelaçou três temáticas principais: A Educação Rural, As Novas Tecnologias e a Educação Estatística. Os dados de pesquisa foram coletados junto a dez estudantes de uma escola rural num município da Região Agreste de Pernambuco que nunca tiveram contato com um computador. A coleta de dados foi realizada em quatro sessões de pesquisa. Na primeira sessão foi realizada uma atividade coletiva para coleta de dados com todos os estudantes da turma. A segunda sessão foi destinada para a realização de entrevistas com os alunos participantes da pesquisa. Na terceira sessão os estudantes tiveram seu primeiro contato com o computador e com o software TinkerPlots e participaram de um processo de familiarização com o software utilizando o banco de dados da primeira sessão. Na quarta sessão os estudantes realizaram as atividades de interpretação de gráficos no TinkerPlots. Os dados foram analisados a partir de uma perspectiva qualitativa, na qual foi considerado o desempenho dos estudantes nas atividades de interpretação de gráficos bem como suas falas no desenvolvimento sessões. Os resultados indicaram que os participantes manipularam o TinkerPlots sem apresentarem grandes dificuldades, indicando ter compreendido os recursos do software. O alto número de acertos nas questões sugeriu que a maioria dos estudantes não apresentou dificuldade em responder às atividades de interpretação de gráficos. Verificou-se maior índice de acertos nas respostas relacionadas às questões de estrutura univariada, embora para as questões bivariadas, também tenha sido identificado um expressivo número de acertos. Percebeu-se ainda que os participantes não consideraram de maneira explícita as temáticas das atividades para a interpretação que realizaram dos gráficos. Dessa maneira, os dados desta pesquisa nos levam a acreditar que os estudantes de áreas rurais são capazes de interpretar gráficos num ambiente computacional de análises de dados, com relativa facilidade e que tal fato está atrelado ao uso do ambiente computacional que possibilitou a utilização de diferentes estratégias e múltiplas representações de um mesmo conjunto de dados. Destacamos ainda, a relevância que os recursos do TinkerPlots tiveram na interpretação dos gráficos pelos estudantes, principalmente o gradiente de cores e o Separate
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/3687
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação Matemática e Tecnológicas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo2551_1.pdf2,42 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.