Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/25514
Title: Resiliência no contexto da prática pedagógica de professoras de escolas públicas municipais do Recife
Authors: REZENDE, Enivalda Vieira dos Santos
Keywords: Prática de ensino; Resiliência (Traço de personalidade); Escolas públicas; UFPE - Pós-graduação
Issue Date: 29-Sep-2016
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Na atualidade, a docência é vista como uma das profissões que mais promove o estresse. A falta de habilidade para lidar com as variáveis ligadas às demandas da profissão acarreta desgaste emocional, cuja sintomatologia psicossomática é diversificada, o que favorece o surgimento de doenças e, muitas vezes, impossibilita o exercício da profissão. Com a presente pesquisa, procuramos compreender o processo de resiliência na prática pedagógica de professores de escola pública. Investigamos como as professoras de escola pública, expostas a condições e problemas adversos, revelam resiliência nas práticas, que desenvolvem na escola e na sala de aula. Conceituamos resiliência como a capacidade que o indivíduo tem de resistir aos obstáculos e de reagir diante de uma situação de risco. No âmbito da docência, pode ser compreendida como a possibilidade de encarar com mais serenidade e leveza a precarização, que afeta o trabalho do professor no contexto escolar. Adotamos a abordagem qualitativa, nesta pesquisa, que foi desenvolvida em duas etapas. Na primeira etapa, entrevistamos 15 (quinze) professoras para identificar os seguintes fatos e/ou aspectos: professoras que revelam características de resiliência, no contexto da escola pública; interferências do processo de formação inicial e continuada no fortalecimento das características resilientes; características que as constituem resilientes no contexto da escola; e fatores de proteção usados no exercício da docência. Na segunda etapa, utilizando a observação participante, retiramos do grupo acima citado, 4 (quatro) professoras, junto às quais buscamos: caracterizar suas práticas, que consideramos resilientes no interior da escola e da sala de aula; e indicar características resilientes das professoras a partir da visão do seu grupo de convivência nas escolas. Utilizando a técnica de análise de conteúdo de Bardin (1997), analisamos os depoimentos contidos nas entrevistas e, também, os registros das observações. Com base nos resultados, afirmamos que: existem professoras resilientes nas escolas públicas; essas docentes foram se construindo resilientes no exercício da docência; são profissionais comprometidas, responsáveis e satisfeitas com a profissão escolhida; valorizam os processos formativos; possuem uma imagem positiva de si; são alegres, bem humoradas e estabelecem relações interpessoais amistosas e construtivas com os demais atores do espaço escolar. A partir da análise de suas práticas, constatamos que as professoras pesquisadas desenvolvem variadas interações com os alunos, pares e demais atores escolares e procuram favorecer a humanização desses sujeitos. Defendemos a seguinte tese: a resiliência na educação é um processo, no qual o professor expressa sua capacidade de superar os desafios da docência e se reestruturar; assim como construir estratégias para o desenvolvimento de uma prática pedagógica humanizadora, no espaço da escola pública.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/25514
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE Enivalda Vieira dos Santos Rezende.pdf1.82 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons