Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/25513
Title: A importância da educação para o envelhecimento saudável em idosos longevos
Authors: CARVALHO, Ana Elisabeth Souza da Rocha
Keywords: Idosos - Educação; Envelhecimento; Universidade Aberta à Terceira Idade; UFPE - Pós-graduação
Issue Date: 12-Dec-2016
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: A população idosa, na atualidade, é o segmento que mais cresce e a perspectiva para o Brasil é de ser um dos seis países com maior população de idosos no mundo em 2025. O envelhecimento populacional, uma das maiores conquistas da humanidade, vem causando sérias preocupações aos dirigentes governamentais e à sociedade de um modo geral. Sabe-se que a educação favorece e possibilita ao homem os meios para desenvolver suas potencialidades, ampliar conhecimentos e promover melhor direcionamento à vida. Fatores estes que podem auxiliar o idoso na solução desta situação. Assim sendo, o presente estudo teve como objetivo investigar a influência da educação no processo do envelhecimento saudável em idosos longevos. A investigação foi iniciada estudando-se 15 idosas de oitenta anos e mais, que participavam da Universidade Aberta da Terceira Idade na Universidade Federal de Pernambuco e que apresentavam envelhecimento saudável. O questionamento que norteou esta tese foi: qual a influência da educação para o envelhecimento saudável em idosos longevos. A metodologia utilizada para esta investigação foi a da abordagem qualitativa, visando a estudar a relação entre educação e processo do envelhecimento saudável, buscando aproximá-los dos fenômenos da vida cotidiana para se ter um conhecimento mais aprofundado dos mesmos. Para o seu desenvolvimento foi lançado mão da História Oral, na qual se utilizou como técnica de pesquisa a entrevista semiestruturada no contexto da história de vida dos idosos longevos que apresentavam um envelhecimento bem-sucedido. Algumas considerações, a título de conclusões, apontam que a educação recebida pelas idosas constituiu-se, principalmente da educação informal, apesar da educação não formal e formal terem contribuído no favorecimento da construção dos seus conhecimentos. Ainda se verificou que a formação educacional das entrevistadas beneficiou suas vidas e seus envelhecimentos. Por fim, a importância da educação para o envelhecimento de idosos longevos, mostrou- se de forma relevante nesse estudo.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/25513
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE Ana Elizabeth Souza da Rocha Carvalho.pdf3.81 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons