Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/24376
Title: Construção de significados na transição escolar para o 6º ano do Ensino Fundamental
Authors: AZEVEDO, Graciana Vieira de
Keywords: Psicologia cognitiva; Ensino fundamental; Adaptação escolar; Imaginação em crianças; Construção de significados; Recursos semióticos
Issue Date: 21-Feb-2017
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Esta tese se propôs a estudar os processos envolvidos na construção de significados na transição para o 6º ano do Ensino Fundamental, acompanhada de uma mudança para uma nova escola. Adotando a perspectiva da Psicologia Cultural de orientação semiótica, buscamos entender como, nesse período de transição, o aluno se relaciona com o contexto escolar construindo novos significados na adaptação à nova realidade. Participaram da pesquisa, duas meninas e um menino, todos com 11 anos, alunos de uma escola pública de referência, situada em uma zona urbana do Recife. Analisamos os processos psicológicos através dos quais esses estudantes, na travessia para o 6º ano em uma nova escola, adquirem conhecimentos e reposicionam-se construindo novos significados. Consideramos os indivíduos que estudamos na sua unicidade e como agentes ativos com objetivos orientados para o futuro em um tempo irreversível. Os dados analisados, construídos nos primeiros três meses do ano letivo escolar, constituíram um texto escrito (uma redação sobre um personagem que muda de escola), imagens (representando algo importante para o aluno na transição), acompanhadas de um minitexto sobre essa(s) imagem(ns) e uma entrevista. Complementando esses dados, também utilizamos, ao longo da pesquisa, visitas a sites da internet, conversas informais com membros da equipe da escola e observações informais. As informações obtidas foram integralizadas constituindo três estudos de caso que compõem a nossa pesquisa. Em cada caso procuramos integrar como as informações obtidas convergiam para a compreensão dos processos de construção de significados visando, sobretudo, detectar a aquisição de novos conhecimentos e o reposicionamento dos estudantes. Identificamos uma dinâmica que relaciona a atividade imaginativa (presente na redação e, também, identificável na imagem, minitexto e entrevista) à realidade experienciada. Destacam-se, nessa dinâmica, ideias, artefatos, imagens – presentes na cultura coletiva – reconstruídos subjetivamente e externalizados pelos alunos. Os elementos destacados são concebidos como recursos semióticos que ancoram a ressignificação da realidade experienciada, face à transição estudada.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/24376
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Psicologia Cognitiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE Graciana Vieira de Azevedo.pdf2.95 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.