Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/23893
Title: Práticas alimentares de adolescentes conforme as novas diretrizes do Guia alimentar para população brasileira
Authors: LIMA, Francisca Tamires Oliveira de
Keywords: Consumo Alimentar - Adolescentes; Guia Alimentar
Issue Date: 2-Mar-2018
Citation: LIMA, F. T. O.
Abstract: O presente projeto tem por objetivo avaliar as práticas alimentares de adolescentes matriculados em uma escola da rede pública de ensino do município de João Alfredo-PE. Trata-se de um estudo transversal realizado no mês de novembro de 2016, cujo público alvo foram adolescentes. A coleta de dados foi realizada por meio da aplicação de um questionário com dados de identificação do adolescente e sua família, condições socioeconômicas e demográficas, hábitos alimentares, questionário de frequência alimentar e um recordatório de 24 horas. O questionário de frequência alimentar foi elaborado apenas com alguns alimentos in natura/minimamente processados e ultraprocessados. No recordatório, as quantidades dos alimentos foram registradas em medidas caseiras, transformadas em gramas e mililitros, e cada alimento foi classificado em grupos de alimentos conforme tipo de processamento, como recomendado pela Nova Edição do Guia Alimentar para a População Brasileira. A quantidade de calorias, cálcio e ferro dos alimentos foi contabilizada com o auxílio da planilha calcnutri, utilizando tabelas de composições de alimentos. Os dados coletados foram organizados em planilhas, utilizando o programa Microsoft Office Excel 2010 para posterior análise de frequências, percentuais e médias. Participaram do estudo 26 estudantes entre 12 e 15 anos de idade com maior participação de adolescentes do sexo feminino, dos jovens entrevistados 62% (n=16) relataram que comiam acompanhados com familiares. Por outro lado, quando as refeições eram realizadas fora do lar sempre estavam em companhia. A maioria dos jovens (73%) gostava de comer sozinho porque podiam realizar a refeição onde quisessem e em frente à televisão. O consumo médio diário de calorias dos entrevistados foi de 1.669 kcal, sendo 41% de alimentos in natura ou minimamente processados, 17,8% de alimentos processados e 41,2% de alimentos ultraprocessados. O consumo médio de cálcio e ferro foram 245,18mg e 9,21mg, respectivamente. Das 688,5 kcal (41,2%) referentes aos alimentos ultraprocessados, 456 kcal foram de alimentos consumidos nos lanches e 129,33 kcal no desjejum. Tendo em vista o baixo consumo de alimentos in natura e minimamente processados em detrimento dos ultraprocessados esse público pode representar importante risco de desenvolvimento de doenças crônicas. Deste modo nota-se a necessidade de estratégias de educação alimentar e nutricional entre esses jovens para educar, torna-los empoderados para fazer boas escolhas e, assim obter melhor qualidade de vida e prevenir agravos e complicações na vida adulta.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/23893
Appears in Collections:TCC - Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LIMA, Francisca Tamires Oliveira de.pdf529.03 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons