Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/23538
Título: Influência dos aspectos urbanos no desempenho dos alunos da rede fundamental de ensino
Autor(es): ABREU, Danilo Wanderley Matos de
Palavras-chave: Estudantes; Desempenho escolar; Análise multinível; Análise espacial; Área urbana; Sintaxe espacial; Sistemas de informação geográfica
Data do documento: 9-Jun-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Aspectos externos à escola, a exemplo dos espaços da cidade, constituem possíveis influenciadores do rendimento escolar de estudantes, sendo imprescindíveis de serem investigados. A introdução da análise morfológica nas pesquisas em educação pode colaborar com a avaliação de nuances relacionadas às configurações do ambiente, à localização geográfica, ao entorno espacial, à geometria das vias de circulação e dos caminhos que conectam a casa à escola. Logo, as circunstâncias ao longo desses trajetos são passíveis de afetarem o desempenho educacional de jovens durante o processo de ensinoaprendizagem. Nesse contexto, teve-se como objetivo identificar a contribuição dos aspectos urbanos no desempenho escolar de jovens do ensino fundamental do 5º ao 9º ano. Trata-se de estudo analítico desenvolvido com dados secundários do Sistema de Avaliação da Educação Básica de 9106 alunos, de todas as escolas públicas em anos finais do ensino fundamental sediadas na zona urbana da cidade de João Pessoa/PB. Para verificar a influência desses aspectos no desempenho escolar foram selecionadas variáveis independentes abrangendo dados sociais, econômicos e urbanos divididos nas seguintes categorias: socioeconômicas, tipológicas, conforto, estruturais e morfológicas. Como forma de compreender a influência da cidade e de seu entorno, utilizou-se a ferramenta Urban Network Analysis no sistema de geoprocessamento, incluindo informações territoriais, representadas de forma inédita para estudos educacionais através de centroides. Esse processamento foi confrontado com o desempenho individual dos estudantes mostrando por meio de estatística multinível que até 20,8% das notas dos alunos sofrem influência decorrente de fatores externos ao ensino intraescolar e que os aspectos urbanos elencados contribuíram significativamente nos resultados finais de provas e avaliações. Evidenciou-se que o desempenho escolar não é função única do esforço, mas das circunstâncias que rodeiam o aluno, a exemplo da forma urbana, oferta de espaços de interação, criminalidade e condicionantes sociais. Assim, a pesquisa agrega conhecimentos com enfoque multidisciplinar inovador pautado na articulação entre urbanismo e educação.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/23538
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Desenvolvimento Urbano

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ABREU Danilo_Tese MDU 2016.pdf5,58 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons