Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/23157
Título: Jogos e brincadeiras na cultura infantil: Um estudo envolvendo as relações de gênero no município de Lagoa de Itaenga-PE
Autor(es): SILVA, Karoliny Meirelles Ramos
Palavras-chave: Educação Física; Jogos populares; Jogos-Relação de gênero
Data do documento: 15-Jan-2018
Citação: SILVA, K. M. R.
Resumo: As questões de gênero e sexualidade ganham forças e se acentuam dentro do universo das interações sociais afetando diretamente as produções de conhecimento e descobertas também nessa fase da infância, através de experiências as quais as crianças são submetidas. O papel desempenhado pelo jogo na construção da identidade juvenil na medida em que, contribui para desenvolver potencialidades e capacidades da criança e do adolescente no e pelo jogo. Então esse estudo se propõe a analisar as narrativas infantis a partir dos jogos e brincadeiras, no tocante a relações de gênero em três espaços de sociabilidade: domicilio, escola e rua no município de Lagoa de Itaenga - PE. Dentro, pois desse contexto, tivemos como universo da pesquisa, uma abordagem qualitativa do tipo de pesquisa de campo, onde o foco recaiu-se sobre os principais bairros do município, Vila Boa Esperança, Salina, Saudade e Rua da Glória, os quais vivenciam um contexto fortemente carente e marcado por violência. O público alvo da pesquisa voltou-se para meninos e meninas de idade entre 6 a 12 anos. Em decorrência dos dados alcançados através das entrevistas, buscou-se relacionar questões pertinentes à temática encontradas nas falas das crianças e discussões teóricas quanto ao processo de construção de identidade de gênero, a partir de traços da sociabilidade infantil, Afinal de contas, o que é ser menino, e o que é ser menina no século XXI? Concluímos que existem muitos masculinos e femininos, masculinidades e feminilidades, por que existem maneiras singulares, próprias de cada um e de cada uma, de se apresentarem ao mundo revelando a sua intencionalidade, jeito de ser, ou jeito de querer ser, e, neste traço, suas subjetividades.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/23157
Aparece na(s) coleção(ções):TCC - Educação Física (Licenciatura)

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SILVA, Karoliny Meirelles Ramos.pdf1,55 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons