Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/22196
Title: O ensino de gramática/análise linguística na sala de aula: reflexões sobre concepções e prática de professoras integrantes do grupo de estudos didáticos para o ensino de língua portuguesa (GEDELP / SEDUC/PE)
Authors: SILVA, Jorge Luís Lira da
Keywords: Língua portuguesa - Estudo e ensino;Linguística;Formação - continuada;UFPE - Pós-graduação
Issue Date: 2-Dec-2016
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Esta pesquisa teve como objetivo refletir sobre o tratamento dado à análise linguística/gramática (AL/GRAM) na sala de aula, com base nos saberes teóricos e práticos de professoras integrantes do Grupo de Estudos Didáticos para o Ensino (GEDELP), considerando as atuais propostas teórico-metodológicas oficiais para o ensino de Língua Portuguesa (LP). Visto como um espaço de formação de continuada, o GEDELP foi criado pela Equipe Técnica de LP, pertencente à Gerência Regional da Educação Metropolitana Norte (GRE-METRO NORTE), da Rede Estadual de Pernambuco (SEDUC/PE). Apesar do conhecimento e da aprovação da GRE-METRO NORTE, esse grupo não possuía legitimidade institucional, figurando como um movimento tático (CERTEAU, 2008) dos professores, em face do modelo de formação oferecida pela SEDUC/PE. Especificamente, procurou-se: caracterizar e analisar o GEDELP, articulando-o às Propostas Curriculares da Rede Estadual de Ensino de Pernambuco, tais como as Orientações Teórico-Metodológicas (2008), Parâmetros para a Educação Básica do Estado de Pernambuco (2012); Parâmetros de Formação Docente em Língua Portuguesa (2014); identificar e compreender as concepções teórico-metodológicas sobre ensino de língua, gramática/análise linguística expressas pelas professoras participantes desse estudo; identificar a construção de estratégias e táticas, mobilizadas no ensino de análise linguística/gramática e como elas se inscreveram na fabricação do cotidiano escolar; analisar as atividades de análise linguística/gramática desenvolvidas pelas professoras em sala de aula. Para tanto, este estudo respaldou-se nos construtos teóricos da Transposição Didática (CHEVALLARD, 1991), da Fabricação do Cotidiano (CERTEAU, 2008) e dos Saberes da Ação Docente (CHARTIER, 2007) para análise das concepções e práticas das professoras investigadas. Para geração e análise dos dados, foram utilizados, nesta pesquisa qualitativa, os seguintes procedimentos metodológicos: entrevista semi-estruturada e mini-entrevistas, através da quais se buscou compreender as concepções teórico-metodológicas de duas docentes (A e S) sobre o eixo didático de AL/GRAM; questionário, por meio do qual se traçou o perfil das docentes e das escolas onde estavam situadas; análise documental, no qual se objetivou analisar as propostas curriculares da SEDUC/PE e os materiais didáticos usados pelas docentes em suas práticas; observação participante, a fim de acompanhar os fazeres das docentes, compreendendo com se deu a didatização, na sala de aula, do eixo de AL/GRAM. Os resultados desse estudo evidenciaram: a) quanto ao GEDELP, caracterizou-se como grupo de formação continuada, na área de língua portuguesa, de natureza tática, forjado, nas práticas de resistência, ao modelo de formação regulamentado pela SEDUC/PE, pertencente ao campo das estratégias (CERTEAU, 2008). Os dados revelaram a importância desse grupo na reflexão sobre os novos referenciais curriculares para o ensino de língua portuguesa, parecendo impactar nos modos de operacionalização do eixo didático de AL/GRAM na sala de aula; b) quanto aos dizeres das Professoras A e S, os dados apontaram que ambas as docentes haviam se apropriado das prescrições oficiais para o ensino de LP. Entre rupturas e continuidades, as docentes revelaram modos distintos de apropriação sobre o discurso da inovação quanto às concepções de língua(gem), gramática, análise linguística e ensino de norma de prestígio; c) quanto aos fazeres da Professora A e S, evidenciou-se que elas adotaram modelos teórico-metodológicos distintos para o ensino de AL/GRAM em suas práticas, os quais mantiveram relação direta com os conteúdos selecionados. A Professora A realizou um trabalho com a AL/GRAM, privilegiando a dimensão normativa desse eixo didático, enquanto a Professora S, por sua vez, priorizou a dimensão textual. Através de encaminhamentos metodológicos diferentes, constatou-se, nos seus modos de operacionalizar o ensino de AL/GRAM, a complexidade no tratamento didático dado a esse eixo, marcado por indefinições, superposições, polarizações e imprecisões conceituais quanto ao que seja e deva ser o ensino de AL/GRAM no debate acadêmico e pedagógico atual.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/22196
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE EDUCAÇÃO (12-01) - JORGE LUIS LIRA DA SILVA.pdf4.7 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons