Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2177
Title: Abordagens biotecnológicas do Tambaqui (Colossoma macropomum)
Authors: Verônica Matoso Maciel de Carvalho, Elba
Keywords: Lectinas; Tambaqui (Colossoma macropomum); Peixe Amazônico; Classificação de ectinas animal; Sistema imunológico de peixes
Issue Date: 2007
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Verônica Matoso Maciel de Carvalho, Elba; Cassandra Breitenbach Barroso Coelho, Luana. Abordagens biotecnológicas do Tambaqui (Colossoma macropomum). 2007. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Abstract: O tambaqui (Colossoma macropomum) é um peixe com ampla distribuição nos rios da Região Norte e uma das espécies de maior importância na alimentação da população desta Região. Este peixe vem, nas últimas décadas, se tornando uma das principais espécies nativas para a piscicultura brasileira, apresentando um ótimo padrão de crescimento e alta produtividade, fato que torna abundante a sua oferta no mercado consumidor, contando, assim, com um alto interesse junto aos piscicultores de outros países da América do sul. A sua rusticidade, qualidade da carne e o fato de poder chegar a 1 m de comprimento e 30 kg de peso corporal no seu ambiente natural o torna um candidato promissor ao desenvolvimento da piscicultura na América Latina. Lectinas são proteínas ou glicoproteínas que reconhecem carboidratos com alto grau de especificidade através de sítio de ligação. O papel fisiológico das lectinas não está claramente definido, mas estudos recentes sugerem que lectinas são proteínas de defesa que podem proteger contra ataques de vírus, fungos e bactérias. O estudo com o soro do tambaqui revelou, através de PAGE, proteínas básicas. Uma destas proteínas foi parcialmente purificada e caracterizada obtendo-se uma lectina que reconhece galactose e fucose, da família das fucolectinas. A análise por espectrometria de massa destas proteínas básicas, retiradas do gel de eletroforese apresentou uma proteína similaridade com o componente do complemento C3-4 dos peixes Oncorhynchus mykiss e Salmo gairdneri de 95% (Q9DDV9_ONCMY). Posteriormente, durante os estudos dos genes que codificam as proteínas do soro detectou-se que o tambaqui não apenas expressa galectinas (lectina que reconhece galactose), mas também a MBL (Mannose Binding Lectin) e a Lectina tipo-C. A variedade de lectinas detectadas no tambaqui pode ser em parte responsável pela robustez da espécie, i.e. sua resistência a doenças
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2177
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Ciências Biológicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo5297_1.pdf5.71 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.