Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/21694
Título: A quem serve a ficção jurídica? Um debate em torno dos discursos sobre o princípio da capacidade contributiva e suas relações com a desigualdade e a criminalização sociais
Autor(es): PAULA, Natália Carolina Santos de
Palavras-chave: capacidade contributiva; desigualdade social; criminalização; exame discursivo
Data do documento: 21-Set-2017
Resumo: O presente estudo tem como objeto o exame dos discursos utilizados no âmbito jurídico que dizem patrocinar o princípio da capacidade contributiva, assim como as suas projeções nos princípios da igualdade e da solidariedade social, e suas consequentes manifestações para o aumento da desigualdade de renda no Brasil e a criminalização social aqui instituída. Para atingir tal intento, primeiramente, faz-se um exame acerca dos significados geralmente estabelecidos pelos doutrinadores sobre esses princípios e sua efetiva observância no contexto brasileiro, através do levantamento de dados relativos à incidência de determinados tributos no âmbito nacional. Posteriormente a tal análise, procura-se investigar os efeitos gerados por esses acontecimentos fiscais nos campos da desigualdade de renda e, por conseguinte, na criminalização social. Por último, problematiza-se a respeito das manifestações erigidas pela seara política e, principalmente, pelo campo jurídico, para a manutenção exitosa dessas práticas que trazem efeitos danosos para a sociedade.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/21694
Aparece na(s) coleção(ções):TCC - Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MONOGRAFIA - Natalia Carolina Santos de Paula.pdfMonografia apresentada como Trabalho de Conclusão do Curso de Bacharelado em Direito pela UFPE.939,25 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons