Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18796
Título: Três ensaios em avaliação de políticas públicas
Autor(es): FRANCO, Cleiton
Palavras-chave: Lei JOBS;pequenas empresas;Regressão Descontinua;Horário de Verão;Programa Simples Nacional;JOBS Act;Start’ups;Regression Discontinuity Design;Daylight Saving Time;Simples Program
Data do documento: 16-Mar-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: A tese apresenta três ensaios com o objetivo de avaliar políticas públicas e seus efeitos sobre mudançasdeleienvolvendopequenasempresas(LeiJOBSeSimplesNacional)eacidentesem rodovias federais, conectados por meio da abordagem de Desenho de Regressao Descontinua. O primeiro ensaio pretende explorar os efeitos da lei JOBS (Jumpstart Our Business Startups, JOBS),quepromoveuofinanciamentoaosprojetosaoaliviarregulamentosdevaloresmobiliários, sobre a arrecadação e financiadores no mercado de financiamento coletivo. Os resultados, indicam que a lei afetou os níveis de arrecadação em 75% para projetos de start’ups, em especial aos relativos a tecnologia e Design, e, de forma semelhante, em 59% os financiadores dos projetos. O segundo ensaio tem por objetivo avaliar os efeitos da política do horário de verão sobre acidentes nas rodovias federais brasileiras. Os resultados apontam que nos Estados onde a política do horário de verão foi utilizada como tratamento, os acidentes sofreram redução de 14%. O terceiro ensaio busca avaliar os efeitos da desoneração da carga tributária e geração de empregos para as pequenas empresas da indústria brasileira. Através da adoção ao programa Simples Nacional como estratégia de identificação, implementado no Brasil em 2007, aumentou a faixa de faturamento para até R$ 2.400 milhões e a adesão de empresas elegíveis. Ao trazer benefícios de redução do custo operacional industrial e proporcionar folga financeira às empresas,possibilitouageraçãodeempregos. Osresultadosapontamqueasempresasquerealizaram a adoção ao programa obtiveram benefícios de redução do custo operacional industrial em 23%, o que possibilitou um aumento positivo na geração de emprego de 21.5% a 23.85% para pessoal ocupado total e ligado à produção, respectivamente. De forma semelhante, apresentouevidênciasdequehouveconsequenteaumentonafolhadesaláriosde25.18%a26.98%, contribuindo para a manutenção do programa do Simples Nacional.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18796
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Economia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tesefinal-versaodigital+fichacatalografica-folhaaprovacao-18062016.pdf1,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons