Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18584
Title: Condicionantes e resultados da utilização de um novo sistema de informações gerenciais: um estudo da adoção do SIGProj na Extensão da UFPE
Authors: BAUDEL, Roberta Macedo
Keywords: Mudança Organizacional; Sistema de Informação Gerencial; Teoria da Mediação Cognitiva; Hipercultura; Sociomaterialidade; Extensão Universitária; Organizational Change; System Management Information; Theory of Cognitive Mediation; hyperculture; Sociomaterialidade; University Extension
Issue Date: 8-Aug-2016
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: O presente trabalho propôs pesquisar aspectos decorrentes da adoção de um Sistema de Informação Gerencial (SIGProj), no contexto da Extensão Universitária da UFPE, tomandose como base as premissas da Teoria da Mediação Cognitiva e a perspectiva da Sociomaterialidade. Para essa investigação, realizou-se uma pesquisa quantitativa com dados coletados de 173 extensionistas através de questionário estruturado (online), buscando averiguar os diferentes níveis de apropriação do SIGProj, suas implicações e impactos individuais e institucionais, descrevendo elementos envolvidos nos resultados. A fundamentação teórica abordou três grandes temas: Mudanças Organizacionais, Tecnologias nas Organizações e Universidades Públicas Brasileiras, detalhando sobre Inovação tecnológica, Sistemas de informação, Extensão Universitária e sua Sistematização. O presente trabalho evidenciou a relevância em estudar fenômenos que envolvem a interação entre tecnologias e organizações, em diferentes níveis de análises, verificando como essas tecnologias, recorrentemente reforçam e transformam configurações estruturais da organização, fazendo destaque à Hipercultura como viabilizadora da incorporação e domínio das tecnologias digitais. Com respeito ao tratamento dos dados, realizaram-se análises estatísticas descritivas e inferenciais auxiliadas pela Teoria das Facetas. Os objetivos foram atendidos e as hipóteses foram adequadamente confirmadas, onde características hiperculturais dos extensionistas mostram-se relevantes para a apropriação de uma ferramenta tecnológica, bem como, diferentes formas de apropriação, determinam diferentes práticas na microdinâmica estudada. Dois importantes achados indicaram que a delegação pode apresentar tanto efeito positivo, quanto negativo, a depender do nível de apropriação do indivíduo e que, o uso da ferramenta em situação cumulativa de papeis aumenta o nível dessa apropriação. Considerações finais e recomendações enfatizam a necessidade de melhores interações com a tecnologia digital, a fim de propiciar melhoria nos resultados.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18584
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação (2016.08.08) - Roberta Macedo Baudel.PDF3.21 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons