Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18380
Título: Fatores explicativos para a evasão no ensino superior através da análise de Sobrevivência: o caso da UFPE
Autor(es): CAMPOS, Jansen Dodo da Silva
Palavras-chave: Evasão;Ensino Superior;Análise de sobrevivência;Tempo de Permanência;Dropout;Higher Education;Survival analysis;Permanence Time
Data do documento: 23-Ago-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: A evasão é um dos problemas recorrente no ensino superior e tem assumido grandes proporções nos cursos de graduação. Nesse sentido, este trabalho buscou indicar quais os fatores explicativos que levaram os alunos a desistir de um curso superior. Esta dissertação apresenta um estudo sobre a evasão e o tempo de permanência dos alunos da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que ingressaram no período de 2003 a 2014. Os dados foram coletados do sistema acadêmico SIG@ e eliminados as inconsistências. Inicialmente foi realizado um estudo sobre o perfil dos alunos (2003 a 2014) levando-se em conta as variáveis sexo, idade ao ingressar, forma de ingresso no Curso, situação do aluno no Curso e área de conhecimento. Quanto ao tempo de permanência, a análise foi realizada para os alunos evadidos do Curso (todos os alunos evadidos de curso foram também evadidos da instituição). Foram utilizadas técnicas de Análise de Sobrevivência, tais como o estimador de KaplanMeier, o teste logrank, modelos de regressão semi-paramétricos (modelo de Cox de riscos proporcionais) e análise de diagnóstico de modelos. Foram consideradas as variáveis: sexo, idade ao ingressar no Curso, forma de ingresso no Curso, Desempenho Acadêmico (Média das notas), percentual de reprovações em disciplina por nota e por falta, percentual de carga horária cursada, trancamento, turno, área de conhecimento. Para os alunos evadidos do Curso, os resultados são apresentados com base no estudo descritivo, bem como no modelo de regressão discreto de chances proporcionais. As informações obditas mostram que a taxa de evasão é diferente estatisticamente entre a forma de ingresso, sexo, idade ao ingresso, área de conhecimento e em relação ao tempo de permanência o modelo de Cox final apontou que o percentual de aprovação em disciplinas aumenta em 12 vezes a chance dos alunos evadirem e se o aluno for da área de ciências exatas e tecnologia aumenta em 1,3 vezes.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18380
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Engenharia de Produção

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Jansen Campos Biblioteca Central 05_10.pdf1,93 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons