Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17266
Título: A Inferência no Livro Didática de Língua Portuguesa do 5º Ano Recife 2015
Autor(es): LUZ, Maria Anunciada Silva da
Palavras-chave: Livro didático; Inferência; Compreensão textual; Leitura
Data do documento: 16-Dez-2015
Editor: Universidade Federal de Pernanbuco
Resumo: O objetivo geral desta pesquisa de mestrado é propor uma reflexão sobre atividades para a leitura e a compreensão leitora em livros didáticos, verificando se os livros analisados promovem o desenvolvimento de competências para a depreensão de conteúdos implícitos na leitura. As atividades analisadas são as que demandam respostas escritas, ou a indicação de um item no formato de múltipla escolha, presentes em dois exemplares de livros didáticos adotados em duas escolas da Rede Municipal de Recife, e utilizados no triênio (2013-2015) em turmas do 5º ano do Ensino Fundamental. Esse objetivo foi delineado a partir das seguintes questões de pesquisa: os livros didáticos de Língua Portuguesa trazem atividades de compreensão leitora que demandem o uso da inferência e contribuem para o desenvolvimento de competências cognitivas para a depreensão de informações implícitas nos textos, por parte de estudantes do 5º ano? Há, nos livros didáticos, atividades suficientes para se trabalhar a inferência numa perspectiva da leitura como construção de sentidos e não como mera decodificação? Para responder a esses questionamentos de pesquisa, apoiamo-nos em estudos da natureza dos conteúdos implícitos realizados por Ducrot (1984), Kerbrat-Orecchioni ([1986]1998); da classificação das atividades de compreensão de textos elaborada por Marcuschi ([2001]2008); e nas abordagens de leitura Leffa (1999). Procedemos à análise qualiquantitativa dos dados, dando enfoque aos conteúdos implícitos cuja identificação demanda o uso da inferência para a compreensão leitora dos textos que figuram nos livros didáticos de língua portuguesa (doravante LDP) constituintes do corpus. Os resultados mostram que os livros didáticos analisados apresentam poucas atividades significativas que demandem o uso da inferência em leitura e compreensão textuais para estudantes do 5º ano, e, sobretudo no desenvolvimento de atividades competências cognitivas para a depreensão de informações implícitas nos textos. Como proposta para o enfrentamento do problema, pretendemos ampliar a discussão, sugerindo alternativas que possam colaborar com a formação dos professores dessa rede pública de ensino, de modo que se possa ter mais autonomia e um melhor direcionamento das atividades de compreensão propostas por livros didáticos adotados nas escolas.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17266
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Letras (Profletras)

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO MARIA ANUNCIADA SILVA DA LUZ- DIGITAL.pdf3,51 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons