Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17231
Título: A educação integral dos territórios educativos do programa Mais educação em Caruaru-PE: a institucionalização de ajustes e encurtamentos no interior das escolas
Autor(es): BARBOSA, John Mateus
Palavras-chave: Territórios Educativos; Espaço-Tempo Escolar; Função Escolar; Pobreza; educational territories; school space-time; school functions; poverty
Data do documento: 27-Mai-2015
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: A pesquisa trata das estratégias de ampliação do tempo e do espaço escolar para a oferta da educação (em tempo) integral como orienta a estratégia dos territórios educativos do Programa Mais Educação no município de Caruaru-PE. Procuramos Analisar a dinâmica de (re)configuração do espaço-tempo escolar e das funções sociais atribuídas as escolas públicas municipais de Caruaru, sob a indução do Programa Mais Educação, em particular o desafio da implementação de territórios educativos. Para tanto, realizamos entrevistas semiestruturadas com quatro gestores de escolas públicas do município de Caruaru contempladas com o programa. Nas entrevistas buscamos saber basicamente dos gestores: como eles compreendem a proposta e como desenvolvem e justificam suas estratégias de ampliação do tempo-espaço escolar como orienta o PME. Na revisão da literatura, utilizamos como principais categorias teórico-analíticas: tempo-espaço escolar; funções da escola; espacialização, cidade e território. A investigação foi alicerçada no materialismo histórico-dialético como referência teórico-metodológica e político-ideológica a partir das categorias: mediação, contradição, nexo, totalidade. Como resultados a pesquisa apontou que a ampliação do tempo-espaço eeducativo não vem ocorrendo para além dos muros da escola, como orienta a estratégia dos territórios educativos do PME. Na verdade, identificamos que tanto no nível da compreensão, como das estratégias implementadas e suas justificativas os eixos balizadores da proposta são invertidos, abandonados e (re)contextualizados em novas “fórmulas”. Esse movimento contraditório pode ser identificado como uma configuração às avessas dos territórios educativos nas escolas. No entanto, identificamos também que “às avessas” é a apenas a expressão imediata e fenomênica dessa dinâmica. Em essência, a “forma” da ampliação dos tempos-espaços escolares reproduz as contradições inscritas na produção do tempo-espaço na sociedade. Tentando capturar as mediações dessa essência, encontramos: a) hipervalorização da instituição escolar e de atividades recreativas, de lazer e esportivas em território de ausências de políticas públicas nestes setores; b) o rebaixamento de critérios de escolha dos tempos-espaços tendo em vista os limites dos territórios e das escolas; c) revigoramento e inovação de recursos de ação na gestão da escola que encurtam, precarizam e informalizam tempo, espaço e acesso ao conhecimento escolar. Concluímos que esse processo atribui funções às escolas públicas de Caruaru. São elas: a) produção de ofertas formativas diferenciadas para contenção do direito à uma educação igualitária; b) novas formas via educação de controle e gerenciamento territorial da pobreza; c) reinvenção de uma “nova” escola dos pobres no município que permita: c. 1) melhorar o desempenho municipal em estatísticas nacionais com foco na questão da evasão se valendo “atratividade” das atividades de Mais Educação; c. 2) economia recursos e maior regulação do trabalho realizado escola o voluntariamente” docente; 3) aparelhamento político como meio contenção insatisfações sociais.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17231
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação Contemporânea / CAA

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
A-EDUCAÇÃO-INTEGRAL-DO-PROGRAMA-MAIS-EDUCAÇÃO-EM-CARUARU-PE JOHN MATEUS.pdf3,7 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons