Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17229
Título: Os paradigmas que alicerçam os livros didáticos de História e Geografia da coleção didática Projeto Buriti multidisciplinar: um olhar através das epistemologias do Sul
Autor(es): SILVA, Filipe Gervásio Pinto da
Palavras-chave: Epistemologias do Sul; Educação do Campo; Livros Didáticos; Diferença Colonial; South Epistemologies; Rural Education; Didactic Books; Colonial Difference
Data do documento: 22-Mai-2015
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Esta pesquisa trata dos paradigmas educacionais que alicerçam os Livros Didáticos(LD) de História e Geografia da coleção didática projeto Buriti Multidisciplinar aprovada no PNLD-CAMPO/2013 e tem como lente teórica as Epistemologias do Sul, através de um diálogo entre O Pensamento Decolonial Latino-Americano (QUIJANO, 2005; MIGNOLO, 2005; WALSH, 2008) e a Sociologia das Ausências e a Sociologia das Emergências (SANTOS, 2010a). Voltamos nosso olhar para os LD de História e Geografia, uma vez que pressupomos que os territórios menos colonizados, tanto em âmbito social (SANTOS, 2010a), como em âmbito disciplinar (PERRENOUD, 1999) trazem consigo possibilidades decoloniais de resistência e valorização dos saberes dos povos campesinos. Neste sentido, o objetivo geral desta pesquisa consistiu em compreender que paradigmas educacionais alicerçam os LD História e Geografia da coleção didática projeto Buriti Multidisciplinar aprovada no PNLD-CAMPO/2013. Objetivamos, em específico: caracterizar a política do PNLD-CAMPO/2013 no que diz respeito às concepções, aos sujeitos, às referências e à seleção; identificar e caracterizar as concepções de sociedade, cultura, território, sujeito, conhecimento e educação presentes nos LD de História e Geografia da coleção didática projeto Buriti Multidisciplinar aprovada no PNLD-CAMPO/2013 e relacionar as concepções de sociedade, cultura, sujeito, conhecimento e educação dos LD de História e Geografia da coleção didática projeto Buriti Multidisciplinar aprovada no PNLD-CAMPO/2013 com os Paradigmas da Educação do Campo. Para tanto utilizamos como técnica de análise a Análise de Conteúdo (BARDIN, 1977), via Análise Temática (VALLA, 1990). Os dados analisados sinalizam para uma coexistência conflitiva assimétrica entre Colonialidade/Monoculturas e Decolonialidade/Ecologias, sendo a primeira sentença a hegemônica. Esta hegemonia faz predominar na coexistência paradigmática conflitiva o Paradigma Funcional da Educação do Campo. Trata-se de uma interdependência do contexto político do PNLD-CAMPO/2013, cujos sujeitos políticos hegemônicos são os grupos editoriais. Neste ínterim, compreendemos que a presença dos povos campesinos nos livros didáticos contribui para a própria construção da sua inexistência epistêmica, uma vez que a transgressão epistemológica destes povos nos textos curriculares é um Ainda-Não possível apenas com o fortalecimento da Interculturalidade Crítica.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17229
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação Contemporânea / CAA

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO BDTD depósito.pdf6,21 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons