Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12591
Título: Acervos Complementares do pnld 2010: um estudo sobre a relação entre matemática e gêneros textuais
Autor(es): Lima, Andréa Paula Monteiro de
Palavras-chave: Acervos Complementares; Livros Infantis; Matemática; Gêneros Textuais
Data do documento: Fev-2012
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Em virtude da implementação da lei que ampliou o ensino fundamental para nove anos, foram distribuídos em 2010 pelo Ministério da Educação (MEC) os Acervos Complementares: as áreas do conhecimento nos dois primeiros anos do ensino fundamental, com as finalidades de: auxiliar no processo de alfabetização e de formação do leitor; ensino-aprendizagem de conteúdos curriculares e acesso do aluno ao mundo da escrita e à cultura letrada. Neste estudo, investigamos: quais conteúdos matemáticos são abordados nestas obras; quais gêneros textuais foram contemplados nas abordagens e quais as possíveis articulações entre a Matemática e os gêneros textuais. A coleta dos dados que possibilitou responder estas questões ocorreu por meio da leitura das 150 resenhas contidas no manual dos Acervos e análise das 20 obras que abordam conteúdos matemáticos. As categorias de análises foram construídas a partir de pesquisas sobre livros infantis de matemática, estudo do Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (RCNEI) e dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN). Os gêneros textuais que caracterizam as obras são folclore, história, imagem e instrucional, prevalecendo o gênero história. Embora com distribuição desigual, todos os campos da Matemática indicados pelos documentos oficiais são contemplados nos Acervos. O mais abordado é Pensamento Geométrico e o menos abordado é Tratamento da Informação. Nove obras apresentam conteúdos de mais de um campo matemático. Algumas delas facilitam a articulação entre os campos. Nessas obras, observamos que um dos campos matemáticos é Grandezas e Medidas. Também percebemos que é possível, com as obras dos Acervos, realizar ações que desenvolvam tanto os processos de alfabetização e formação do leitor, como o processo de ensino da Matemática; porém, não sabemos quais são as implicações reais da utilização dessas obras em sala de aula.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12591
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação Matemática e Tecnológicas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
APML.pdf9,75 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons