Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12046
Title: Software educativo no ensino da semiotécnica e semiologia do recém-nascido pré-termo
Authors: Silva, Thaís de Almeida da
Keywords: Aprendizagem;Software;Exame físico;Recém-nascido prematuro;Enfermagem
Issue Date: 31-Jan-2014
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: A prematuridade constitui importante problema de saúde. Os avanços tecnológicos têm aumentado as chances de sobrevivência destas crianças, que necessitam de longos períodos de internação e assistência especializada. Dentre os inúmeros procedimentos ofertados ao neonato prematuro pela enfermagem, destaca-se a avaliação clínica fundamentada na semiotécnica e semiologia. Neste sentido, foi desenvolvido o software educacional, “Semiotécnica e semiologia do recém-nascido”, visando capacitação prévia do graduando em Enfermagem sobre avaliação clínica do prematuro mediado por este recurso tecnológico. Assim, a pergunta condutora do presente estudo foi: Qual o efeito do ensino mediado pelo software educativo “Semiotécnica e semiologia do recém-nascido pré-termo” na aprendizagem de estudantes de Enfermagem? O artigo de revisão integrativa objetivou analisar estudos disponíveis na literatura sobre as contribuições de novas tecnologias de informação e comunicação na aprendizagem entre alunos de enfermagem. A amostra foi constituída por 19 estudos publicados em português e inglês, entre 2007 e 2012, disponíveis nas bases de dados MEDLINE, BDENF e LILACS, os quais evidenciaram que a utilização de novas tecnologias melhora o processo de ensinagem entre os estudantes de enfermagem, seja em substituição ou de forma adicional ao método convencional de ensino. Tais tecnologias proporcionaram aos estudantes aumento do interesse e motivação, satisfação, interação, facilidade de comunicação, flexibilidade e autonomia na aprendizagem, além de uma maior associação do conteúdo teórico à prática. Portanto, a apropriação destas por parte dos docentes e discentes em Enfermagem e nas demais áreas do conhecimento tende a contribuir significativamente com o processo ensino aprendizagem e devem ser inseridas nas diversas metodologias de ensino. O artigo original objetivou avaliar os efeitos do ensino mediado pelo objeto digital de aprendizagem (ODA) “Semiotécnica e semiologia do recém-nascido pré-termo” na aprendizagem de estudantes de graduação em Enfermagem. Tratou-se de uma pesquisa experimental, com amostra censitária de 22 estudantes de graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Foi aplicado o teste de homogeneidade do Qui-quadrado para avaliar a distribuição do perfil dos estudantes entre os grupos controle e experimental, sendo considerada distribuição semelhante quando p-valor >0,05. Na análise dos escores obtidos pelos alunos na avaliação aplicada foram calculadas as estatísticas: mínimo, máximo, média, mediana e desvio padrão. Ainda, foi calculado o intervalo de confiança para a média. Para comparação dos escores médios obtidos pelo grupo experimental e grupo controle foi aplicado o teste de Kolmogorov-Smirnov a fim de verificar normalidade das distribuições dos escores e, nos casos onde o teste foi significativo, foi aplicado o teste T-student na comparação das médias. Adotou-se o nível de significância de 5%. Para os alunos do grupo experimento foi solicitado ainda que realizassem uma avaliação subjetiva da aula mediada pelo ODA através de um instrumento tipo Likert. A maioria dos alunos possuía menos de 24 anos e todas eram do sexo feminino, possuíam computador e o utilizavam frequentemente. A diferença do escore obtido no pós-teste e no pré-teste foi maior para as alunas do grupo experimental. Entretanto, o teste de comparação de média da diferença dos escores não foi significativo. Quanto à avaliação feita pelas alunas do grupo experimento acerca do software utilizado no estudo, muitos aspectos positivos foram assinalados: usabilidade, agradável, autonomia no processo de aprendizagem, não substitui o professor e acreditam que seria interessante ter outras disciplinas e conteúdos ministrados com auxilio de Softwares ou outras Tecnologias. Pode-se afirmar que recursos tecnológicos podem e devem ser inseridos nas práticas de ensino em Enfermagem, pois eles tem se mostrado eficazes em beneficiar o aprendizado dos estudantes
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12046
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO Thais de Almeida da Silva.pdf2.61 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons