Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11720
Título: Crédito consignado: cenários no Brasil e diagnóstico na UFPE (2010 a 2012)
Autor(es): LIRA, Caetano Correia
Palavras-chave: Microcrédito; Crédito consignado; Endividamento; Servidores Públicos; UFPE; Microfinanças; Empréstimo bancário; Dívidas pessoais
Data do documento: 26-Fev-2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Esta dissertação traça um diagnóstico e análise dos empréstimos consignados utilizados pelos servidores e pensionistas da Universidade Federal de Pernambuco, no período de 2010 a 2012. As políticas de acesso ao crédito consignado no Governo Lula (2003-2010) registraram uma significativa mudança, a partir da lei da bancarização, em 2003, possibilitando à população mais pobre possuir um domicílio bancário e aos trabalhadores da iniciativa privada, aposentados e pensionistas do INSS e servidores públicos federais e pensionistas, acesso a recursos financeiros cujas parcelas são descontadas em contracheque. Trata-se de um estudo inédito e até onde foi pesquisado não se comprova a existência de outros similares, daí sua importância para o mapeamento e compreensão no âmbito da UFPE, possibilitando conhecer como se dá o processo, extensão e possíveis saídas no enfretamento do problema. Do ponto de vista metodológico trata-se de uma abordagem quantitativa, exploratória, documental e bibliográfica. A coleta de dados primários foi realizada através das informações contidas no Demonstrativo de Despesas de Pessoal da UFPE no período objeto do estudo. Os dados secundários foram obtidos através de consulta a tabelas históricas do Banco Central do Brasil, relatórios sobre servidores e pensionistas extraídos do Sistema de Pessoal da Secretaria de Gestão Pública/MPOG, utilizando o sistema DataWarehouse. Trata-se, do ponto de vista teórico, de um estudo interdisciplinar onde convergem reflexões sobre gestão pública, microcrédito, microfinanças, crédito consignado, endividamento, marketing, impactos sociais, entre outros aspectos, daí a relevância dos estudos de Claudia Lima Marques, Professora Titular da UFRGS, Francisco Marcelo Barone, da Fundação Getúlio Vargas e publicações do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor. Como resultado da pesquisa se identifica uma expressiva quantidade de empréstimos consignados contraídos junto às empresas consignatárias presentes no mercado, onde se observa maior incidência dos tomadores de empréstimo entre os servidores e pensionistas de idade mais avançada, motivo porque se advoga a necessidade de divulgar e criar mecanismos que levem os usuários de crédito consignado a refletirem sobre o seu uso.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11720
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Gestão Pública para o Desenvolvimento do Nordeste

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO Caetano Correia Lira.pdf5,34 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons