Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1147
Title: Responsabilidade social corporativa e capital social: o caso da Escola de Voluntários da Celpe na visão de seus stakeholders
Authors: de Lira Almeida, Simone
Keywords: Responsabilidade social; Capital social organizacional; Voluntariado empresarial
Issue Date: 2004
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Lira Almeida, Simone; Rodrigues Oliveira, Rezilda. Responsabilidade social corporativa e capital social: o caso da Escola de Voluntários da Celpe na visão de seus stakeholders. 2004. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Abstract: Esta dissertação buscou identificar os motivos que levaram a Celpe a adotar ações de responsabilidade social corporativa e se tais ações podem ser apontadas como fontes e manifestações de capital social gerado no contexto organizacional, segundo a ótica de alguns de seus stakeholders mais relevantes. Elaborou-se um estudo de caso focalizando a passagem de práticas filantrópicas para aquelas nascidas com a criação da Unidade de Responsabilidade Social da empresa e o que melhor caracterizasse tais ações. Selecionou-se a Escola de Voluntários da Celpe conforme os critérios sugeridos por Melo Neto e Froes (2002, p. 58). A pesquisa é de natureza qualitativa, utilizando-se a análise de conteúdo no exame dos dados coletados mediante entrevistas semi-estruturadas, pesquisa documental e observação assistemática. Como resultado, identificou-se a existência de participação cívica entre os voluntários e a definição de papéis, regras, procedimentos e novos relacionamentos, que facilitaram a mobilização do capital social observada na estruturação e funcionamento da Escola de Voluntários da Celpe. Quanto ao aspecto cognitivo, o capital social apresentou-se mais desenvolvido nas pequenas equipes do que no grupo de voluntários em sua totalidade. Nos relatos dos entrevistados, destacam-se confiança, solidariedade, cooperação e generosidade como valores evidenciados nas situações vividas por voluntários de um mesmo curso. Conclui-se que houve ampliação do conceito de responsabilidade social concomitante com a emergência de capital social. Pelos benefícios acarretados para todos os stakeholders envolvidos − empregados, empresa e comunidade −, nessa fase de pós-privatização, muito deve ser investido, ainda, para a consolidação de uma cultura cidadã na Celpe
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1147
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1657_1.pdf4.47 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.