Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1133
Title: Vantagem Competitiva em Faculdades Particulares Análise de Três Casos de Sucesso em Cursos de Administração
Authors: Sampaio Diniz, George
Keywords: Administração de empresas Faculdades privadas; Ensino superior Recursos competitivos Teoria da Visão Baseada em Recursos (RBV) Análise; Faculdades privadas Vantagens competitivas sustentáveis; Cursos de Administração Avaliação de sucesso; Exame Nacional de Cursos (Provão) Avaliação ¨Conceito
Issue Date: 2004
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Sampaio Diniz, George; Fernando Araújo de Moraes, Walter. Vantagem Competitiva em Faculdades Particulares Análise de Três Casos de Sucesso em Cursos de Administração. 2004. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Abstract: O estudo tem por objetivo analisar o conceito de vantagem competitiva sustentável, baseado na teoria de RBV (Resource Based View), contemplando o rent acadêmico como um fator de medida do retorno conquistado acima da média do mercado das instituições de ensino superior pesquisadas. Dessa forma, a pesquisa fundamentou-se num estudo multicasos realizado nos cursos de Administração da Faculdade Ruy Barbosa (Bahia), da Escola Superior de Propaganda e Marketing e do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (estas últimas instituições do Rio de Janeiro). A metodologia aplicada incluiu entrevistas semi-estruturadas. Participaram das seções de entrevistas o diretor acadêmico, o coordenador do curso de Administração, professores e alunos concluintes. A metodologia adotada para a coleta e análise de dados foi qualitativa e exploratória, pelo fato de as investigações realizadas terem como objeto principal de estudo buscar o entendimento de interesses subjacentes. As ações estratégicas utilizadas para conquistar o diferencial competitivo exigem que os ativos das instituições sejam altamente específicos. Vale destacar que o recurso sozinho não torna a empresa competitiva. As instituições analisadas mostram que, para se tornarem competitivas, investiram no desenvolvimento de recursos internos que, quando reunidos de forma integrada, passaram a ser heterogêneos e difíceis de imitar, criando, dessa forma, os limites de competição ex ante e ex post, ambos capazes de manter o posicionamento competitivo e impedir a corrosão da competitividade da instituição
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1133
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1593_1.pdf78.12 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.