Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11112
Título: A permanência da paisagem: os princípios do projeto paisagístico de Haruyoshi Ono
Autor(es): FERREIRA, Alda de Azevedo
Palavras-chave: Desenvolvimento urbano; Arquitetura paisagística; Projeto paisagístico; Paisagem; Haruyoshi Ono; Roberto Burle Marx.
Data do documento: 11-Set-2012
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: A complexidade de novos campos e oportunidades com as quais tem se deparado a produção paisagística contemporânea brasileira expõe os obstáculos e perspectivas no âmbito da prática e da educação que permeiam a consolidação do exercício profissional desta atividade no país. A partir da década de 60, o “evento” paisagismo se desdobrou em várias possibilidades com reflexo nos princípios projetuais dos paisagistas. A teoria do paisagismo diz que a concepção paisagística ocorre a partir da compreensão da paisagem. Por sua vez, a noção de paisagem para o paisagista se dá como fenômeno transmissor de sentimento estético, bem como portador de significados materiais e imateriais. Tal apreensão revela a complexidade da criação paisagística que conjuga aspectos ambientais, artísticos, sociais, econômicos, levando a questionar até que ponto ocorre a compreensão da paisagem pelo arquiteto paisagista contemporâneo. Nesse sentido, decidiu-se investigar a produção paisagística do arquiteto Haruyoshi Ono, que está presente no cenário paisagístico nacional há quase cinquenta anos. Ono é descendente de japoneses, cuja cultura é conhecida pela milenar sensibilidade paisagística, e foi o discípulo mais presente do paisagista Roberto Burle Marx, criador do jardim moderno. Atualmente, Haruyoshi Ono é diretor do escritório Burle Marx e Cia Ltda, empresa estável e duradoura de paisagismo de âmbito nacional e internacional. Apesar de seu aporte, não existem estudos sobre sua obra e que evidenciem seus princípios projetuais. Assim, delineou-se como objetivo da presente pesquisa identificar os princípios do projeto paisagístico de Haruyoshi Ono a partir de sua compreensão de paisagem. O caminho para atingir este fim foi a análise do processo criativo de seu projeto paisagístico, fundamentada numa descrição de sua formação cultural juntamente com a contextualização do paisagismo contemporâneo nacional, sob a ótica dos princípios projetuais de outros paisagistas. Essa investigação se propõe a contribuir com o debate sobre a paisagem e a arquitetura paisagística nos dias de hoje.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11112
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Desenvolvimento Urbano

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
A permanencia da paisagem 2.10.2012.pdf10,39 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons