Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11102
Title: Representações sociais da maternidade segundo mães de crianças com deficiência
Authors: Silva, Fernando Antônio da
Keywords: Representações sociais;Maternidade;Criança com deficiência
Issue Date: 31-Jan-2012
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: SILVA, Fernando Antônio da. Representações sociais de maternidade segundo mães de crianças com deficiência. Recife, 2012. 130 f. : Dissertação (mestrado) - UFPE, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-graduação em Psicologia. Recife, 2012..
Abstract: Esta pesquisa compreendeu os elementos constitutivos das representações sociais da maternidade segundo mães de crianças com deficiência, com foco no cotejo com as concepções de filho ideal e relacionando-as aos contextos da zona rural e zona urbana do estado de Pernambuco. Na sociedade contemporânea a problemática da criança/pessoa com deficiência levanta desafios relacionados aos processos de inclusão social, assim como às crenças de natureza preconceituosa, geradores de sofrimentos para a criança e seu entorno familiar, em especial suas mães. Foi utilizado o referencial da Psicologia Social sociológica, em particular os aportes teóricos de Moscovici (2010), Jodelet (2004) e Abric (2003), a partir da Teoria das Representação Sociais, que considera as formas de conhecimento compartilhadas fundamentais para a construção social da realidade, assim como das relações entre os objetos sociais. A metodologia adotada foi da pesquisa qualitativa, com foco plutimetodológico (CRUZ, 2006); o campo foi o Centro de Reabilitação e Educação Especial da Secretaria de Educação do Estado e a Fundação Perrone de apoio à criança com deficiência; as participantes foram 60 mães de crianças com deficiência atendidas nessas instituições, sendo 30 do Recife e 30 de Limoeiro. A fase empírica se desenvolveu em três etapas: a associação livre, 5 palavras para cada um dos 4 termos indutores; a hierarquização, pela importância atribuída às palavras; e a entrevista semi-estruturada, construída com base nas hierarquizações. A análise dos dados foi realizada a partir da análise de conteúdo de Bardin (2008). Nos resultados a Representação Social da maternidade de crianças com deficiência revestida de crenças naturalizantes sobre o ser mãe amorosa e dedicada; modificações periféricas, nos planos adiados, em mais trabalho com a educação e a saúde dos filhos, aprendizagem formal acerca da deficiência e crescimento pessoal; no sentido simbólico, o recurso ao sagrado apresentou a maternidade do filho com deficiência ancorada a uma bênção divina, o que ressignifica a experiência da maternidade considerada difícil, inesperada e compartilhada com outras mulheres da família.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11102
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO FINAL.pdf1.28 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons