Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10821
Título: Mercantilismo do carnaval pernambucano: uma análise semiológica barthesiana das campanhas publicitárias do carnaval de Pernambuco veiculadas pelo Governo do Estado
Autor(es): Silva, Carlos Eduardo Polonio da
Palavras-chave: Carnaval; Pernambuco; Mercantilização; Carnaval pernambucano; Mitos; Cultura; Marketing
Data do documento: 31-Jan-2013
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: SILVA, Carlos Eduardo Polonio da. Mercantilização do carnaval pernambucano: uma análise semiológica barthesiana de campanhas publicitárias do carnaval de Pernambuco veiculadas pelo Governo do Estado. Recife, 2013. 161 f. Dissertação (mestrado) - UFPE, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-graduação em Administração, 2013.
Resumo: O carnaval representa relevante fenômeno social que movimenta economias, manifesta o valor cultural das sociedades e está envolto de alto valor simbólico. Operado pela publicidade torna-se ferramenta de construção de significados que são partilhados pela mesma sociedade que os elabora. Esses processos de produção de sentido elaboram um conjunto ideológico de adestramento e manipulação da opinião e ordem pública e isso solicita reflexão e análise. O objeto de estudo desta pesquisa é o carnaval de Pernambuco em seu complexo e vasto manancial de expressões culturais, está orientado pela pergunta de pesquisa: como o governo do Estado de Pernambuco tem significado o carnaval pernambucano em suas campanhas publicitárias? Para alcançarmos nossos objetivos, utilizamos a Semiologia Barthesiana, como lente teórica e método de análise, assumimos uma perspectiva de pesquisa qualitativa interpretativa de orientação crítica e um caráter fortemente indutivo. O corpus se refere aos vídeos de campanhas publicitárias elaboradas e veiculadas pelo Governo do Estado de Pernambuco. Os resultados apontam para a construção mítica em três metanarrativas ligadas à cultura, à magia e às trocas. Este trabalho contribui para uma compreensão mais crítica da formação dos processos de significação que são planejados pelo governo, elaborados pela publicidade e operacionalizados pelo Marketing.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10821
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Administração

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO CARLOS EDUARDO POLONIO DA SILVA.pdf7,44 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons