Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1057
Title: Sentidos e sonoridades múltiplos na música do Coco do Recife e Região Metropolitana
Authors: ROSA SOBRINHO, Paulo Fernandes
Keywords: Coco;Contemporânea pernambucana;Música tradicional;Antropologia da música;Música tradicional oral;Cultura popular;Música e sociedade
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Fernandes Rosa Sobrinho, Paulo; Aparecida Lopes Nogueira, Maria. Sentidos e sonoridades múltiplos na música do Coco do Recife e Região Metropolitana. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Antropologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: A manifestação do Coco é uma das expressões culturais e sociais mais importantes que ocorre em Pernambuco. Apresenta-se numa tríade, constituída de música, poesia e de dança, que juntas, representam um conjunto de saberes tradicionais exclusivamente construídos e transmitidos a várias gerações por meio da oralidade. A pesquisa objetivou desvendar a partir de uma perspectiva antropológica, na música do Coco, os múltiplos sentidos e significados da sua manifestação presentes nas experiências culturais e sociais vividas por indivíduos e/ou grupos situados no interior das diversas comunidades populares urbanas no Recife e em algumas cidades vizinhas na Região Metropolitana. O conteúdo do trabalho foi distribuído em cinco capítulos. O primeiro capítulo contém uma breve etnografia sobre a história de vida de cantadores e de cantadoras de Coco, encontrados no Recife, Cabo de Santo Agostinho, Olinda, Igarassu e Itamaracá. Em seguida nossas análises recaíram sobre três aspectos básicos indicadores dos principais sentidos e significados pelos quais esta música se manifesta no fazer dos cantadores e de brincantes em geral: no segundo capítulo tratamos da manifestação do Coco enquanto festa-brincadeira; no terceiro capítulo analisamos a sua presença na manifestação da religiosidade; e no quarto capítulo a sua manifestação na condição de arte e profissão entre os fazedores. No quinto capítulo, apresentamos uma análise do Coco a partir da sua estética musical através de exemplos em formato de partituras, apontando o que caracteriza esta música, no tocante à sua constituição rítmica, melódica e instrumental, enquanto música de tradição oral. E por fim, a nossa conclusão
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1057
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Antropologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo7366_1.pdf3.97 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.