Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10520
Título: Modelo Conceitual de Transporte Integrado à Rede de Hospitais Como Atributo de Otimização de Um Sistema Urbano de Atendimento Pré-hospitalar Móvel
Autor(es): Cordeiro, Dirac Moutinho
Palavras-chave: Demanda Máxima; Distância Mínima; Distribuição de Rayleigh; Estabelecimento Hospitalar; Expectativa de Vida Fator de Ociosidade; Fator de Utilização; Fator Leitos Por Habitante; Formatação da ZA; Função Densidade; Geometria da ZA; Métricas; Número Médio de Indivíduos Hospitalizados; População Residente; Posto de Serviço; Probabilidade de não Faltar Leitos; Probabilidade de um Indivíduo Sofrer Acidente; Rede de Integração Hospitalar; Taxa de Entrada do Sistema; Taxa de Saída do Sistema; Tempo de Atendimento; Tempo de Espera; Tempo de Partida; Tempo de Serviço; Tempo de Viagem; Tempo Entre Acidentes; Tempo Entre Entradas; Sucessivas na Hospitalização; Tempo Máximo Resposta; Tempo Resposta; Unidade de Serviço (Us); Velocidade; Zona de Atendimento-ZA; Zoneamento
Data do documento: 23-Abr-2012
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: O atendimento pré-hospitalar móvel é um serviço de assistência individualizada e especializada, fora dos estabelecimentos hospitalares. O intuito desse tipo de serviço é maximização dos atendimentos visando à manutenção da vida. Esse tipo de atendimento tem como finalidade chegar ao usuário – indivíduo acidentado em uma determinada região R no menor tempo resposta após a ocorrência do evento. O meio de transporte das remoções dos usuários para os estabelecimentos hospitalares é feito por uma unidade de serviço (Us). O perfil da mortalidade se alterou ao longo das últimas décadas, tanto no Brasil, quanto no mundo. Se por um lado, a melhoria das condições sanitárias e os progressos da medicina reduziram as mortes por vários tipos de doenças, a massificação do automóvel, o sedentarismo, a longevidade e a violência urbana, dentre outros fatores, criaram ou acentuaram urgências médicas provenientes dos traumas, principalmente motivados por acidentes de trânsito. Sendo assim, o aumento substancial na curva do valor esperado dos atendimentos ao longo do tempo é fato notório. Apesar de ser considerado pouco relevante para o sistema de saúde brasileiro, alguns modelos tanto determinísticos como probabilísticos de localização da Us podem vir a ser de grande utilidade, como ferramental rigoroso e útil ao planejamento do sistema de saúde.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/10520
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Engenharia Civil

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese_Dirac_Cordeiro.pdf1,33 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons