Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/993
Title: Distribuição dos ovos em Aedes aegypti (L.) (Diptera: Culicidae): efeito da idade da fêmea, posturas prévias e tipo de criadouro
Authors: Oliveira Oliva, Luciana
Keywords: Comportamento de oviposição;Seleção do sítio de postura;Colonização de substratos.
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Oliveira Oliva, Luciana; Maria Ribeiro de Albuquerque, Cleide. Distribuição dos ovos em Aedes aegypti (L.) (Diptera: Culicidae): efeito da idade da fêmea, posturas prévias e tipo de criadouro. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: A influência da idade da fêmea, tipo de criadouro e presença de posturas prévias no comportamento de distribuição dos ovos de Aedes aegypti foi avaliada em condições de laboratório, usando-se uma fêmea/gaiola. A quantidade de ovos registrada em seis palhetas a cada ciclo gonotrófico foi utilizada para inferir a relação entre a idade e o comportamento de oviposição. A influência do tipo de criadouro foi analisada comparando-se a taxa de oviposição em três sítios distintos (copo descartável, vaso de planta com prato e casca de coco). A disponibilização de substratos contendo zero, um, dez e trinta ovos permitiu avaliar o efeito da presença e quantidade de ovos sobre a seleção do sítio de postura e comportamento de distribuição dos ovos. Fêmeas de A. aegypti apresentaram longevidade máxima de 49 dias, período em que realizaram cinco ciclos gonotróficos com postura significativamente maior (F(4;105)=4.9320; p=0,001) nos três primeiros ciclos (média de 112,7±7,1 ovos/fêmea/ciclo). A maioria das fêmeas (57%) sobreviveu durante esse período e 24% completaram o quinto ciclo gonotrófico. O padrão de distribuição dos ovos caracterizou-se pela oviposição significativamente maior (p = 0,001) em um substrato, com a maioria das palhetas restantes contendo entre um e 20 ovos, mantendo-se esse comportamento constante ao longo da vida reprodutiva de A. aegypti. Houve preferência da fêmea em depositar os ovos no vaso de planta com prato. Não houve influência da presença de posturas prévias sobre a seleção do sítio de oviposição. Conclui-se que o comportamento de distribuição de ovos de A. aegypti independe da idade da fêmea e posturas prévias, embora o tipo de criadouro possa afetar esse processo
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/993
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biologia Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo2986_1.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.