Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9928
Title: Utilização da citometria de fluxo para avaliação dos níveis de expressão da proteína p53 em linfócitos do sangue periférico humano irradiados in vitro
Authors: CAVALCANTI, Mariana Brayner
Keywords: dosimetria e instrumentação nuclear
Issue Date: 2005
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Brayner Cavalcanti, Mariana; de Jesus Amaral, Ademir. Utilização da citometria de fluxo para avaliação dos níveis de expressão da proteína p53 em linfócitos do sangue periférico humano irradiados in vitro. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Energéticas e Nucleares, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Abstract: A radiação ionizante (RI) pode causar diferentes tipos de danos no DNA, induzindo o aumento da expressão de diversas proteínas fundamentais no processo de reparação celular. Dentre essas proteínas, a proteína p53 é responsável pela conservação da integridade do genoma. Os danos resultantes da interação de agentes físico-químicos com a molécula de DNA podem ocasionar o aumento da concentração e da vida média desta proteína. A correlação entre o aumento dos níveis de expressão da p53 e o nível de irradiação pode constituir um método eficaz em casos de investigações de exposições à RI. Neste sentido, esta pesquisa teve como objetivo a avaliação de um protocolo para a análise dos níveis de expressão da proteína p53 em linfócitos do sangue periférico humano, após irradiação in vitro, utilizando a técnica de citometria de fluxo (CF). Para a quantificação dos níveis de expressão protéica, amostras de sangue periférico de indivíduos sadios foram irradiadas in vitro, com doses conhecidas. Em seguida, os linfócitos foram separados e re-suspensos em meio de cultura celular, onde permaneceram em estufa por um período de 5 horas. Após este período, a quantificação das células positivamente marcadas para a proteína p53 foi realizada pela CF. A partir do protocolo estabelecido nesta pesquisa, foi possível detectar um aumento dos níveis de expressão da proteína p53 para doses acima de 0,5 Gy, sugerindo o emprego da quantificação da p53 pela citometria de fluxo, como biomarcador em casos de suspeita de exposição aguda à RI
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9928
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Tecnologias Energéticas e Nucleares

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo9077_1.pdf1.44 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.