Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9886
Title: Avaliação do simétrica em procedimentos de radiografia panorâmica e teleradiografias
Authors: Gomes Oliveira, Georgge
Keywords: Dosímetros termoluminescentes; Radiografia panorâmica
Issue Date: 2004
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Gomes Oliveira, Georgge; Jamil Khoury, Helen. Avaliação do simétrica em procedimentos de radiografia panorâmica e teleradiografias. 2004. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Energéticas e Nucleares, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Abstract: O presente trabalho teve como objetivo avaliar a dose de entrada na superfície da pele nos procedimentos de radiografia panorâmica e teleradiografia em 3 clínicas de Recife-PE/ Brasil, e de contribuir com dados para a determinação de níveis de referência para os procedimentos extrabucais supracitados. Para tanto, foram avaliadas as condições operacionais de três clínicas lotadas em Recife, procurando-se avaliar a existência e integridade dos equipamentos de radioproteção, modo e condições de processamento da imagem; e parâmetros do equipamento radiográfico como a dimensão do campo de irradiação, a filtração total, o tempo de exposição e a tensão aplicada ao tubo de raios X. Para estimativa de da dose na entrada da pele do paciente foi utilizado o fantoma Randon Alderson e dosímetros termoluminescentes. A partir destes valores e dos fatores de conversão determinados por técnica de Monte Carlo, com o fantoma MAX, foi possível estimar a dose absorvida nos órgãos devido aos procedimentos de teleradiografra. Com relação à radiografia panorâmica o estudo realizado mostrou que as doses mais altas ocorreram na região das glândulas parótidas que estão próximas aos centros de rotação. No caso de teleradiografa os maiores valores de dose ocorreram nas regiões correspondentes ao lobo temporal do cérebro, seguindo-se pelos linfonodos, ouvidos e glândulas parótidas. As doses absorvidas no globo ocular e na tireóide foram, respectivamente, de 0,037 mGy e 0,002 mGy na Clínica A e 0,062 mGy e 0,003 mGy na Clínica C. Na análise do desempenho dos equipamentos foram encontradas inadequações na colimação do feixe na Clínica A, na reprodutibilidade do tempo de exposição na Clínica C e na filtração total em ambas as clínicas. Palavras-Chave: dosimetria, radiografia panorâmica, teleradiografia
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9886
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Tecnologias Energéticas e Nucleares

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo9033_1.pdf3.06 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.