Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9795
Title: Influência do posicionamento da paciente na modificação da dose em órgãos críticos na braquiterapia de alta taxa de dose em câncer de colo uterino
Authors: MELO, Jonathan Azevedo
Keywords: Tecnologias Energéticas e Nucleares (PROTEN); Câncer de Colo Uterino; Braquiterapia; Posicionamento da Paciente; Órgãos Críticos; Planejamento Dosimétrico; HDR
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Azevedo Melo, Jonathan; de Jesus Amaral, Ademir. Influência do posicionamento da paciente na modificação da dose em órgãos críticos na braquiterapia de alta taxa de dose em câncer de colo uterino. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Energéticas e Nucleares, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: A braquiterapia de alta taxa de dose é um procedimento médico que utiliza radioisótopos com taxa de dose acima de 0,2 Gy/min. Este tipo de tratamento é comumente utilizado no câncer de colo uterino em suas fases mais avançadas. Este tipo de braquiterapia tem substituído a modalidade de baixa taxa de dose por ser um tratamento dado de forma ambulatorial e sem a necessidade de anestesia. O principal fator limitante do uso da técnica de braquiterapia com alta taxa de dose para o tratamento das neoplasias de colo uterino é seu risco potencial de sequelas actínicas nos órgão normais adjacentes, como a bexiga, o reto e o cólon sigmóide. Por outro lado, a mudança da posição da paciente numa mesa de exame faz com que haja modificações da posição dos órgãos internos. A maior distância destes órgãos da região a ser irradiada pode fazer com que seja obtida uma menor dose e, por consequência, mitigação dos efeitos indesejáveis. Atualmente, não existe na literatura científica uma recomendação do posicionamento de decúbito para tratamento destas pacientes. Neste contexto, o objetivo deste trabalho foi identificar a influência destes posicionamentos por meio da comparação das doses absorvidas na bexiga, reto e sigmóide das pacientes em decúbito dorsal, com as pernas em litotomia (elevadas), e com as pernas estendidas (abaixadas). Os resultados apresentaram uma diminuição significativa da dose na bexiga com o posicionamento da paciente com as pernas abaixadas, porém houve um aumento da dose na região do cólon sigmóide, que pode ser minimizado por meio de otimização dos tempos de parada da fonte radioativa. A dose no reto não foi influenciada pelo posicionamento. Com isso, os resultados obtidos nesta pesquisa indicam que as pacientes submetidas à braquiterapia de alta taxa de dose devem ser tratadas em posição de pernas baixas e estendidas
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9795
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Tecnologias Energéticas e Nucleares

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8650_1.pdf1.99 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.