Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9772
Title: Caracterização de feldspatos para aplicação na datação por técnicas luminescentes
Authors: Torres de Santana, Sérgio
Keywords: Termoluminescência;Datação;Feldspato;LOE
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Torres de Santana, Sérgio; Jamil Khoury, Helen. Caracterização de feldspatos para aplicação na datação por técnicas luminescentes. 2011. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Energéticas e Nucleares, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: Nas últimas décadas, os métodos de datação por Termoluminescência (TL) e Luminescência Opticamente Estimulada (LOE) vêem se destacando como alternativas ao método do carbono-14, apresentando uma série de vantagens sobre este. Dentre os materiais que se pode utilizar nesses métodos, destaca-se o feldspato, por fazer parte da matéria prima de vários utensílios dos homens antigos e por ser o mineral mais abundante na crosta terrestre. Entretanto, a grande variedade e complexidade do sinal luminescente desse mineral fazem com que sejam necessários diversos cuidados na sua utilização em datação. O objetivo deste trabalho é estudar as características da resposta LOE, visando à sua aplicação na datação. Foram analisados três tipos de feldspatos de diferentes procedências, sendo um do tipo sódico e um potássico, oriundos de Parelhas (RN), e outro potássico, de Solonópole (CE). A caracterização mineralógica dessas amostras foi por meio de análise por DRX e FRX para identificação mineral e da composição, respectivamente. Também foi estudado o comprimento de onda de emissão luminescente, o desvanecimento do sinal luminescente quando as amostras são irradiadas em laboratório, o efeito do pré-aquecimento após essa irradiação, a sensibilização pela temperatura de zeramento e os efeitos de tratamentos térmicos consecutivos. Os resultados obtidos com essas amostras de feldspato permitiram concluir que um pré-aquecimento de 200 °C por 10 minutos permite comparar o sinal TL da amostra natural com o sinal da amostra irradiada em laboratório. A partir dos resultados foi estabelecido um protocolo para a datação com feldspato e foi realizado o estudo de caso utilizando o sedimento de uma fogueira, proveniente do sítio arqueológico na região do Seridó. A técnica utilizada foi da dose regenerativa utilizando múltiplas alíquotas. Os resultados obtidos pela técnica LOE e TL foram similares, fornecendo as datações de 3640±710 e 3706±724 anos, respectivamente, constatando a viabilidade e a aplicabilidade dessas técnicas utilizando o feldspato
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9772
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Tecnologias Energéticas e Nucleares

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo9560_1.pdf2.51 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.