Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/977
Title: Efeito da infeccao com Wuchereira bancrofti (Cobbald, 1877) (Nematoda : Onchocercidae) sobre a capacidade reprodutiva de Culex quiquefasciatus (Say, 1823) (Diptera : Culicidae)
Authors: de Andrade Lima, Catarina
Keywords: Infecção Wucheriana;Capacidade reprodutiva;Culex Quinquefasciatus;Anatomia Animal
Issue Date: 2000
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Andrade Lima, Catarina; Maria Ribeiro de Albuquerque, Cleide. Efeito da infeccao com Wuchereira bancrofti (Cobbald, 1877) (Nematoda : Onchocercidae) sobre a capacidade reprodutiva de Culex quiquefasciatus (Say, 1823) (Diptera : Culicidae). 2000. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2000.
Abstract: Filariose linfática é uma das doenças mais importantes, cujo agente etiológico é transmitido por mosquitos. O conhecimento das relações vetor/parasito, principalmente no que se refere a capacidade reprodutiva, são essenciais para o desenvolvimento de medidas de controle. Este estudo foi realizado para determinar o efeito do parasito filarial sobre a fecundidade do Culex quinquefasciatus, vetor da Wuchereria bancrofti na Região Metropolitana do Recife. Outros fatores relacionados ao potencial reprodutivo dos mosquitos como tamanho das fêmeas, fertilidade, quantidade de sangue ingerido durante a alimentação e mortalidade, também foram analisados. Mosquitos provenientes de pupas coletadas no campo foram infectados através de alimentação artificial, usando sangue com parasitemias variando entre 724 e 2.900 microfilárias (mf/ml). A fecundidade foi medida como o número total de ovos produzidos no 10 ciclo gonotrófico e a fertilidade como o percentual de larvas eclodidas e viáveis. O volume de sangue ingerido foi expresso como a quantidade de hematina excretada nas fezes durante 3 dias após a alimentação. O tamanho da asa medido sob lente ocular micrométrica determinou o tamanho do mosquito. Os resultados mostraram um aumento significativo na produção de ovos nos grupos de fêmeas alimentadas em sangue contendo menos que 1150 mf/ml. Ao contrário, uma redução na produção de ovos foi observada nos mosquitos alimentados em sangue com parasitemias acima de 1500 mf/ml. Nenhuma diferença na fertilidade e ingestão de sangue foi observada quando mosquitos infectados e não infectados foram comparados. Uma relação positiva foi encontrada entre o tamanho do mosquito e produção de ovos em fêmeas não infectadas. Entretanto, nenhuma relação foi observada nos grupos infectados. Estes resultados sugerem que a fecundidade do C. quinquefasciatus infectado com W. bancrofti é influenciada pela densidade do parasito e pelo tamanho do mosquito
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/977
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biologia Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo2001_1.pdf362.64 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.