Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9766
Title: Efeitos das radiações gama e ultravioleta sobre Cladonia verticillaris (Raddi) Fr. (LÍQUEN) coleta em diferentes ambientes do nordeste do Brasil
Authors: Paula De Barros Silva, Helena
Keywords: Ácido fumarprotocetrárico; clorofila total; Saloá-PE; Alhandra-PB
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Paula De Barros Silva, Helena; Colaço, Waldeciro. Efeitos das radiações gama e ultravioleta sobre Cladonia verticillaris (Raddi) Fr. (LÍQUEN) coleta em diferentes ambientes do nordeste do Brasil. 2011. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Energéticas e Nucleares, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: Os liquens produzem substâncias que se cristalizam na superfície externa do seu micobionte, funcionando como fotoprotetor. Quando submetidos a diferentes doses e tipos de radiação, estes são estimulados a produzir suas substâncias em quantidades diferenciadas daquelas que produziriam sem a intervenção da mesma. O objetivo desta pesquisa foi quantificar e comparar características químicas (bioprodução do ácido fumarprotocetrarico-FUM, seu principal composto), e fisiológicas (Clorofila Total) em amostras de Cladonia verticillaris (Raddi) Fr., coletadas em dois diferentes ambientes do Nordeste brasileiro, antes e após submissão à radiação gama e ultravioleta. Amostras liquênicas foram coletadas nos municípios de Saloá-PE e Alhandra-PB, locais que apresentam características fisionômicas semelhantes, porém com diferentes altitudes. Amostras de C. verticillaris (12 g) foram submetidas a irradiador gama [Co-60 irradiador, Gammacell 220 Excel, com taxas de dose de 7,795 kGy/h (03/02/2009) para as amostras de Saloá, e 7,144 kGy/h (29/10/2009) para as de Alhandra] nas doses de 0, 10, 50, 100, 500, 1000, 5.000 e 10.000 Gy, e, separadamente, submetidas à irradiação ultravioleta (lâmpada Philips Ultraviolet B 20 W), nas doses de 0, 1, 3, 6, 9, 12 e 15 J/cm2. Após irradiação, foram coletadas amostras de 1,5g do material liquênico e acondicionadas separadamente, para posterior análise. Os resultados indicaram maior produtividade aos 90 dias de experimento, onde amostras de Saloá e Alhandra bioproduziram 1,41 e 2,7 vezes a amostra controle quando expostas a 5000 e 500 Gy, respectivamente. Nas irradiadas com UVB, a bioprodução foi de 2,99 e 3,52 vezes a amostra controle, quando expostas a 9 e 6 J/cm2, respectivamente. A produção de Clorofila total, em todas as amostras expostas à radiação gama ou UVB, apresentou-se inferior as amostras não irradiadas. As amostras de C. verticillaris coletadas em Alhandra, irradiadas com raios gama ou UVB, apresentaram uma maior produtividade de FUM que as provenientes de Saloá. Essa Pesquisa foi realizada no Departamento de Energia Nuclear da Universidade Federal de Pernambuco no período de 2007 a 2011
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9766
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Tecnologias Energéticas e Nucleares

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo9488_1.pdf3.67 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.