Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9745
Title: Estabilidade à radiação Gama do Poli(cloreto de vinila) aditivado e do Poli(cloreto de vinila) quimicamente modificado
Authors: Maria Vinhas, Glória
Keywords: Estabilidade; Radiação Gama; Poli(cloreto de vinila)
Issue Date: 2004
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Maria Vinhas, Glória; Maria Souto Maior, Rosa. Estabilidade à radiação Gama do Poli(cloreto de vinila) aditivado e do Poli(cloreto de vinila) quimicamente modificado. 2004. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Química, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Abstract: O Poli(cloreto de vinila)-PVC é um termoplástico de natureza polar, compatível com uma grande variedade de aditivos, sendo por isso utilizado na confecção de produtos de natureza muito diversificada. Dentre as aplicações do PVC estão produtos médicohospitalares, os quais necessitam passar por processos de esterilização por radiação gama. Neste trabalho foi realizado um estudo sobre a estabilidade, frente à radiação gama, do PVC aditivado e também sobre a flexibilidade e estabilidade do PVC modificado quimicamente. O PVC foi modificado quimicamente pela substituição de átomos de cloro por grupos alquila e benzila através de reações com reagentes de Grignard; pelo grupo hidroxibenzila através da reação de Barbier em meio aquoso; e por mono éteres de dietileno glicol, através da reação com os reagentes organolítio. O polímero também foi modificado por reação de redução com zinco. Amostras de filmes do PVC aditivado foram expostas à radiação gama e seus parâmetros viscosimétricos, propriedades mecânicas e espectros na região do ultravioletavisível foram analisados para avaliar o efeito da radiação no polímero. Os sistemas poliméricos analisados foram o PVC/plastificante, em que os plastificantes utilizados foram: DOP-(di-2-etilhexil ftalato); DIBP-(di-iso-butil ftalato); TOTM-(trioctil trimelitato); Viernol-(plastificante polimérico), e o sistema PVC/DOP estabilizado com o tinuvin P. Observou-se que a exposição dos filmes PVC/plastificante à radiação gama provoca a degradação do polímero por cisão de cadeia, a diminuição das suas propriedades mecânicas (resistência à tração e percentual de alongamento) e o aumento da absorção a 400nm que caracteriza a degradação evidenciada pelo amarelamento do filme. Dos sistemas PVC/plastificante estudados o PVC/DOP foi o que apresentou maior degradação por cisão de cadeia. A adição do estabilizante tinuvin P ao sistema PVC/DOP diminuiu a degradação por cisão de cadeia, bem como minimizou a redução dos valores das propriedades mecânicas dos filmes submetidos à radiação gama. Os PVCs modificados quimicamente apresentaram, de uma forma geral, maior estabilidade à radiação gama que o PVC puro, com exceção dos PVCs modificados com os mono éteres de dietileno glicol. Os PVCs modificados com a substituição do anel aromático na cadeia do polímero foram os que apresentaram maior estabilidade frente a todas as doses de radiação aplicadas. Os PVCs modificados quimicamente apresentaram temperaturas de transição vítrea mais baixas que o PVC. Desta forma, a substituição de grupos diversos na cadeia do PVC aumentou a sua flexibilidade
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9745
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo9289_1.pdf2.46 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.