Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9712
Title: O eu a partir do outro: a concepção de desigualdade social elaborada por adolescentes da classe popular de Recife a partir da série "Cidade dos Homens"
Authors: Valéria Silva de Melo, Taciana
Keywords: Desigualdade Social; Representações Sociais; Ficção Televisiva
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Valéria Silva de Melo, Taciana; Maria Junqueira, Lília. O eu a partir do outro: a concepção de desigualdade social elaborada por adolescentes da classe popular de Recife a partir da série "Cidade dos Homens". 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: O interesse pelo presente estudo é resultante de uma vida acadêmica rodeada por inúmeras discussões sobre desigualdade social , e de minha participação como bolsista na pesquisa financiada pelo CNPq/PIBIC intitulada O Personalismo na Reprodução da Desigualdade Social: o tema da imigração n as telenovelas , coordenado pela Professora Lília Junqueira, e, justifica-se para a Sociologia no sentido de permitir pensar questões cruciais para a melhor compreensão da vida em sociedade, pois visa analisar como se dão às representações da classe popular de Recife acerca da desigualdade social brasileira, e, principalmente, através das representações, observar como se dá o acesso aos serviços básicos de educação e saúde, cidadania, eqüidade e, sobretudo, dignidade e reconhecimento social. Para cumprir a este fim, investigou-se 20 adolescentes das classes baixa e média de Recife, estudantes do Centro Interescolar Santos Dumont, situado em Boa Viagem, a partir das técnicas de pareamento de palavras e entrevistas semidirigidas. A partir dos resultados, concluiu-se que a compreensão da desigualdade social brasileira não se apóia simplesmente na divisão da sociedade em ricos e pobres, mas na classificação dos sujeitos em brancos e negros, o que reforça a idéia de abismo social e racial. Essa visão contesta, mais uma vez, a existência de uma democracia racial no país, e evidencia a crescente separação social que grita no Brasil, reforçando a já existente concepção da existência de dois brasis
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9712
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Sociologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo9290_1.pdf1.74 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.