Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9703
Title: A dimensão crítica das intervenções no patrimônio/memória na produção artística de José Rufino: um estudo de caso da relação entre arte contemporânea e sociedade
Authors: Correia Trajano, Mariana
Keywords: Sociologia da Arte;Arte Contemporânea;Pós-modernidade
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Correia Trajano, Mariana; Tarcisio da Rocha Falcão, Jorge. A dimensão crítica das intervenções no patrimônio/memória na produção artística de José Rufino: um estudo de caso da relação entre arte contemporânea e sociedade. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: A partir do freqüente descrédito dado a certas produções artísticas contemporâneas e da atual importância atribuída às questões do resgate, arquivamento e preservação do patrimônio e da memória social, o presente trabalho ocupa-se da análise de trabalhos do artista plástico José Rufino, que realiza intervenções justamente em certos registros históricos cartas de seu avô, antigo dono de engenho, arquivos portuários, institucionais e políticos interessantes a historiadores, arquivistas, documentaristas e profissionais afins. No intuito de ultrapassar uma apreciação imediata, que fatalmente cairia numa constatação do vandalismo ou do espetáculo - sendo estes ainda próprios de nossa época pós-moderna a pesquisa verifica aquilo que os trabalhos de José Rufino nos traz de crítica social. Para tal, procurei focar a atenção nas disposições do artista, nas negociações envolvidas no processo de feitura das obras e em sua própria dimensão visual. Além de contribuir para o melhor direcionamento da disciplina Sociologia para uma análise da criação artística, ou seja, uma análise que escape de visões reducionistas nas quais são perdidas a importância do artista e da obra como momentos de novas significações, a pesquisa nos mostra que a mudança no uso e sentido do documento indica novas disposições e posicionamentos de variados segmentos sociais (família, instituições, crítica especializada) em relação aos registros. A relação entre arte contemporânea e sociedade não indica uma perda da capacidade crítica do campo artístico. A produção de José Rufino nos mostra que são novos os objetos e questões aos quais agora se voltam os interesses sociais e artísticos. E revela-nos igualmente que a emergência dos temas acerca do patrimônio e da memória se vincula concomitante mente a necessidade de sua crítica
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9703
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Sociologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo9283_1.pdf4.6 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.