Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9657
Title: Universo feminino, pobreza e Aids : um estudo sobre a vulnerabilidade para o HIV/AIDS.
Authors: Ceci Rodrigues de Melo Facó, Maria
Keywords: Gênero;Saúde;Pobreza;HIV/aids;Vunerabilidades Sociais
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Ceci Rodrigues de Melo Facó, Maria; de Fátima Gomes de Lucena, Maria. Universo feminino, pobreza e Aids : um estudo sobre a vulnerabilidade para o HIV/AIDS.. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Serviço Social, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: A epidemia de aids no Brasil se caracteriza por apresentar um perfil epidemiológico notadamente marcado por um processo de feminização e particularmente entre mulheres com relacionamento estável, marcadas pelo pertencimento entre as mais pobres do país. Este estudo, cujo título é Universo Feminino, Pobreza e Aids: um estudo sobre a vulnerabilidade para o HIV/aids em mulheres pobres usuárias do SUS em Teresina (Piauí) na contemporaneidade , objetivou investigar a influência das relações de gênero na adoção de práticas de sexo e/ou vulnerabilidade para o HIV/aids, por mulheres pobres usuárias do Sistema Único de Saúde. Para tanto, foi utilizado como estratégia metodológica o estudo exploratório, descritivo, de natureza qualitativa, com recursos do tipo: pesquisa bibliográfica, observação participante e seu registro em diário de campo, entrevistas. Os dados foram obtidos através de entrevistas semi-estruturado, o que possibilitou os sujeitos falar sobre os diferentes momentos de sua vida: experiências, impressões e expectativas na construção de seu novo mundo, após conhecimento da soropositividade para o HIV/aids. Tais dados foram agrupados por temas para análise posterior. Os sujeitos estudados foram mulheres que buscavam o serviço especializado para tratamento do HIV/aids da Secretaria Estadual da Saúde do Piauí, o Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela IDTNP, pertencente à rede SUS, campo empírico do estudo. A amostra foi intencional e composta por dez mulheres, com até dois anos de diagnóstico confirmado da infecção pelo HIV ou aids e faixa etária entre 20 e 49 anos. Para análise dos dados foi utilizada a análise de conteúdo, apoiada nas contribuições do conceito de gênero no contexto do HIV/aids. O argumento central desenvolvido foi que, para as mulheres, a aids tem revelado que os laços conjugais, em sua maioria, são determinados por relações de força, de dominação, em que se incluem dependência, inferioridade e obediência. A pesquisa mostrou que o contágio deu-se em relações heterossexuais estáveis, espaço limitado para medidas preventivas no enfrentamento do HIV e regulado pela naturalização, no que diz respeito às relações de poder desiguais entre os gêneros
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9657
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4137_1.pdf2.29 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.